UE permite turistas vacinados, mas vai rediscutir regra a cada duas semanas

Os países que mais dependem do turismo já começaram a suspender algumas regras

Denise Odorissi, da CNN, em Londres 

Ouvir notícia

Os 27 países da União Europeia (UE) concordaram em flexibilizar as regras para receber turistas de outros países. Pessoas totalmente vacinadas e de nações com baixo índice de casos de Covid-19 poderão entrar no bloco.

As novas regras vão ser revisadas a cada duas semanas e também incluem um sistema de freio de emergência, que permite a introdução rápida de restrições a países onde haja a disseminação de novas variantes. 

Os pontos acordados entre os membros do bloco ainda precisam ser aprovados pelo Conselho Europeu, o que acontece ainda nessa semana. Porém, os países que mais dependem do turismo já começaram a suspender algumas medidas por conta própria.

Novas regras

Segundo a recomendação, os membros podem aceitar cidadãos estrangeiros imunizados completamente com uma das vacinas aprovadas pela agência reguladora de medicamentos da Europa, que são Pfizer, AstraZeneca, Moderna e Johnson & Johnson.

A permissão também pode ser estendida para imunizantes que receberão aprovação da Organização Mundial da Saúde (OMS), como a chinesa Sinopharm. A Coronavac e a Sputnik V ainda estão em análise. 

Já a flexibilização de países com boa situação epidemiológica deve se expandir de 25 para 75 casos acumulados a cada 100 mil habitantes nas duas semanas anteriores. O número é menor que a própria média da UE que, segundo o portal Our World in Data, é de 216 infecções para o mesmo número de pessoas. 

O critério vai permitir a inclusão de cerca de 40 países na lista de origens seguras. O Brasil continua de fora do grupo. 

Terceiro lockdown nacional na França vai até pelo menos o dia 2 de maio
Turistas precisam estar completamente vacinados para viajarem aos países da UE (03.abr.2021)
Foto: Reprodução / CNN

Mais Recentes da CNN