Um milhão de refugiados deixaram a Ucrânia em uma semana, diz ONU

Alto comissário da Organização pede que o conflito seja encerrado "para que a assistência humanitária possa ser fornecida”

Estação de trem na Polônia registra alto fluxo de refugiados vindos da Ucrânia
Estação de trem na Polônia registra alto fluxo de refugiados vindos da Ucrânia Agnieszka Majchrowicz/Anadolu Agency via Getty Images

Sahar Akbarzaida CNN

Ouvir notícia

Um milhão de refugiados fugiram da Ucrânia desde o início da invasão russa, disse o alto comissário da ONU para Refugiados, Filippo Grandi, em na noite desta quarta-feira (2).

“Em apenas sete dias, testemunhamos o êxodo de um milhão de refugiados da Ucrânia para países vizinhos”, escreveu Grandi nas redes sociais. “Para muitos outros milhões, dentro da Ucrânia, é hora de silenciar as armas, para que a assistência humanitária que salva vidas possa ser fornecida”, acrescentou.

Em entrevista à CNN, o porta-voz da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), Luiz Fernando Godinho, explicou as ações humanitárias da agência aos refugiados que já deixaram a Ucrânia após invasão de forças militares russas.

“Estamos presentes em todos os países da região da vizinhança, dando apoio. As ações emergenciais estão sendo concentradas no abrigamento dessas pessoas e na distribuição de itens de necessidades básicas, como colchonetes, cobertores, itens de higiene, todo tipo de item que as pessoas precisam receber no primeiro momento”, afirmou.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN