Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    União Europeia concorda em expandir sanções contra o Irã

    Ministros de Relações Exteriores de países do bloco querem que medidas atinja transferência de armas para grupos, como o Hamas e o Hezbollah

    Ministro de Relações Exteriores da União Europeia
    Ministro de Relações Exteriores da União Europeia Reuters

    Da Reuters

    em Luxemburgo

    Os ministros das Relações Exteriores da União Europeia concordaram em princípio nesta segunda-feira (22) em expandir as sanções ao Irã após o ataque de mísseis e drones de Teerã a Israel, disse o chefe de política externa do bloco, Josep Borrell.

    A União Europeia já tem vários programas de sanções contra o Irã, pela proliferação de armas de destruição maciça, abusos dos direitos humanos e fornecimento de drones à Rússia.

    Mas vários países da UE pediram o aumento do regime de sanções relacionado com drones para envolver mísseis e transferências para outras forças, como o Hamas e o Hezbollah.

    “Chegamos a um acordo político para ampliar e expandir o regime de drones (sanções) existente para cobrir mísseis e seu potencial … transferência para a Rússia”, disse Borrell a repórteres após uma reunião de ministros das Relações Exteriores da UE em Luxemburgo.

    As sanções também serão expandidas além da Rússia para cobrir entregas de drones e mísseis não apenas para a Rússia, mas também para proxies na região, disse ele.

    Mais trabalho será necessário para aprovar um quadro legal antes que a expansão das sanções possa entrar em vigor.