Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Urso morre preso em carro abafado ao procurar comida nos EUA

    Temperaturas dentro do veículo podem ter atingido até 60°C

    Urso morre preso em carro em alta temperatura no Tennessee
    Urso morre preso em carro em alta temperatura no Tennessee Tennessee Wildlife Resources

    Claire ColbertMichelle Watsonda CNN

    Ouvir notícia

    Um urso-negro morreu em Sevierville, no estado norte-americano do Tennessee, após entrar em um carro destrancado em busca de comida, conforme anunciado pela Agência de Recursos da Vida Selvagem do Tennessee nesta quinta-feira (23).

    Sevierville fica a cerca de 40 quilômetros de Knoxville, no leste do Tennessee, ao norte do Parque Nacional Grat Smoky Mountains. O dono de um veículo estacionado em uma cabine de aluguel encontrou o urso dentro do carro aproximadamente às 18h45 da quarta-feira; o proprietário do carro disse que deixou o chalé em outro veículo às 10 horas daquela manhã.

    Oficiais acreditam que o urso conseguiu abrir a porta do carro destrancado com suas patas ou seus dentes, e ficou preso após ela bater. O animal parecia estar tentando alcançar uma lata de refrigerante vazia, e uma embalagem de comida no chão, informou o comunicado.

    “Acreditamos que o calor provavelmente matou o urso, enquanto as temperaturas externas excediam os 35°C ontem — o que significa que o interior do veículo pode ter atingido mais de 60°C”, afirma o anúncio.

    A agência avisou que as pessoas devem trancar as portas de seus carros, subir as janelas e “nunca deixar comida ou coisas que cheirem a comida do lado de dentro”.

    Ursos possuem um olfato sete vezes mais aguçado que o de cães de caça, acrescentou o órgão.

    Nesta semana, temperaturas perigosas se estabeleceram no Sul dos EUA, com alertas climáticos contínuos para mais de 40 milhões de pessoas, entre o Texas e a Flórida, incluindo locais como Dallas, Baton Rouge, Nova Orleans, Mobile e Jacksonville.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN