Vídeo: Afegãos invadem pista de aeroporto para tentar embarcar em avião dos EUA

Tentativa desesperada de fuga causou tumulto em aeroporto da capital Cabul após invasão do Talibã; cinco pessoas morreram

Diego Pavão, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Após o grupo islâmico Talibã derrubar o governo do Afeganistão e tomar o poder, o país deve ter nos próximos dias uma nova administração sob controle dos rebeldes. O clima na capital Cabul é de caos e muita incerteza.

No aeroporto da cidade, centenas de afegãos invadiram a pista e correram em frente a um avião da Força Aérea americana na tentativa de conseguirem embarcar. O local está sendo controlado por tropas dos Estados Unidos, que ajudam diplomatas a saírem do país.

Por causa da confusão, voos comerciais foram suspensos. Funcionários de embaixadas de vários países, incluindo França, Austrália e Reino Unido, estão sendo retirados aos poucos de helicóptero até o aeroporto.

Houve muito tumulto e soldados dispararam para o alto para tentar dispersar a multidão. Pelo menos cinco pessoas morreram no aeroporto. Não se sabe se elas foram atingidas por tiros ou pisoteadas.

Com a tomada de Cabul, muitos afegãos também tentam fugir do território, o que começa a provocar uma crise de refugiados, principalmente nas fronteiras.

Invasão da capital afegã

O palácio presidencial foi tomado pelos rebeldes em Cabul, no domingo (15), além de outros prédios do antigo governo, que foi derrubado. Militantes também invadiram a sede de um canal de notícias onde teriam confiscado armas.

O Talibã também está tomando as armas da própria população já que, segundo o grupo, os moradores não precisam se defender porque não haverá perigo. O grupo diz que a tomada aconteceu de forma pacífica. O agora ex-presidente do país Ashraf Ghani deixou o Afeganistão antes da tomada de Cabul.

Fotos – Imagens da crise no Afeganistão

O avanço do Talibã aconteceu depois do início da retirada das tropas americanas do território. A medida foi ordenada pelo presidente Joe Biden, que agora é criticado pela decisão.

Foram 20 anos da presença militar dos Estados Unidos, que invadiram o país após os atentados de 11 de setembro. O grupo islâmico chegou a controlar o Afeganistão até 2001, foi expulso e agora volta ao poder.

Mais Recentes da CNN