Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Dexting: saiba o que é e por que esse tipo de relacionamento pode ser prejudicial

    Manter uma relacionamento com outra pessoa apenas por mensagens de texto pode trazer segurança, mas impedir a conexão real

    Dexting é o termo para designar um relacionamento criado por meio de mensagens de texto, evitando o encontro pessoal, real
    Dexting é o termo para designar um relacionamento criado por meio de mensagens de texto, evitando o encontro pessoal, real Pexels

    Rafael Farias Teixeiracolaboração para a CNN

    São Paulo

    O uso do celular diariamente tem uma grande influência sobre como nos relacionamos com os outros, incluindo amorosamente.

    Com o crescente número de aplicativos para relacionamentos, muitas vezes o primeiro passo para conhecer alguém é trocando umas mensagens antes de um encontro real. Mas e se esse relacionamento se mantém apenas no mundo das mensagens?

    “Dexting” — a contração das palavras em inglês date (encontro) e texting (enviar mensagens de texto) — foi criada por Amanda Bradford, especialista em namoro e fundadora do serviço de aplicativos de namoro The League, e descreve quando pessoas formam uma conexão forte por meio de mensagens de texto, geralmente após se conhecerem em um aplicativo de namoro, mas nunca marcam um encontro real.

    Em entrevista para a revista “Glamour UK”, Amanda diz que essa conexão pode ser tão forte como a conexão de um relacionamento real, no mundo físico.

    Dexting acontece quando as pessoas caem numa rotina de trocas de mensagens de textos, conversas que podem variar em diversos temas. As semanas passam, mas elas nunca se encontram pessoalmente.

    “Dexting é conveniente”, afirma Amanda na entrevista. “Isso pode fazer você se sentir como se estivesse em um relacionamento, sem ter que realmente fazer o trabalho ou gastar o tempo necessário para realmente formar uma conexão verdadeira.”

    Segundo ela, esse tipo de relacionamento também é mais seguro, pois é menos provável que a pessoa seja rejeitada se não se expor de uma forma real. “É reconfortante ter alguém para quem você possa enviar mensagens de texto versus ser completamente solteiro”, diz.

    Esse relacionamento online, porém, não é completamente saudável. Apesar de ser uma forma de conquistar alguém, ele pode tornar o eventual primeiro encontro muito mais difícil. Afinal, esse tipo de relação gera expectativas muitas vezes irreais e que nem sempre batem com a realidade.

    “O impacto psicológico é que aceitar e envolver-se neste comportamento habilidoso pode fazer com que você forme um apego prejudicial à ideia de alguém, e não à própria pessoa”, diz Amanda.

    Além disso, o dexting pode deixar a pessoa indisponível para conexões românticas na vida real, isolando-a de outros parceiros em potencial, porque ela sente que já está em um relacionamento de verdade.

    Amanda faz algumas recomendações para evitar ficar preso a esse hábito:

    • Limitar o tempo trocando mensagens de texto: apesar de serem ótimas para conhecer alguém, evite gastar muito tempo nesse hábito e tente marcar algo real;
    • Concentrar-se em mensagens com conteúdo, significativas: evite o hábito de enviar mensagens de texto sobre tudo o que você pensa ao longo do dia ou de entrar em longas conversas por texto. Converse sobre coisas que mostrem que vocês se conectam e deixe o resto para o primeiro encontro;
    • Fazer uma chamada de vídeo: Se por acaso há empecilhos para um primeiro encontro o quanto antes, use a chamada de vídeo para ter algo mais íntimo e mais próximo de algo no mundo offline.