Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Paris Fashion Week: o que esperar dos próximos desfiles

    Começa nesta segunda-feira (26) a sequência de nove dias com dezenas de desfiles e momentos muito aguardados pelo mundo da moda

    Coleção Primavera/Verão 2024 da Louis Vuitton na Semana de Moda de Paris
    Coleção Primavera/Verão 2024 da Louis Vuitton na Semana de Moda de Paris 2/10/2023 REUTERS/Stephanie Lecocq

    Leah Dolanda CNN

    O grande final dos meses da moda – também conhecido como Paris Fashion Week – começa na segunda-feira, 26 de fevereiro, com mais de 70 desfiles e 38 apresentações agendadas.

    De Miu Miu a Mugler, o calendário de nove dias está repleto de casas de luxo históricas, que sem dúvida atrairão uma série de estrelas para a cidade. Mas nesta temporada, vários momentos muito aguardados já chamaram nossa atenção.

    Na quinta-feira, a marca Off-White de Virgil Abloh retornará às passarelas pela primeira vez desde 2022. Ibrahim Kamara foi anunciado como sucessor de Abloh logo após sua morte em 2021, e até agora produziu duas coleções grandiosas (uma que aconteceu em uma pista empoeirada de outro mundo em frente a um enorme globo espelhado). Em entrevista ao Business of Fashion, Kamara descreveu sua próxima coleção “Black by Popular Demand” como “lúdica e divertida”.

    Chemena Kamali fará sua estreia na direção da Chloé após ser nomeada em outubro passado. Kamali, que assume o comando de Gabriela Hearst, começou sua carreira na casa em 2007 sob a direção da cultuada designer britânica Phoebe Philo. “Meu coração sempre foi de Chloé”, disse ela em comunicado à imprensa. “Desde que entrei por suas portas, há mais de 20 anos. Voltar parece natural e muito pessoal.”

    Na noite de sábado, todos os olhares estarão voltados para Seàn McGirr enquanto ele revela sua primeira coleção para Alexander McQueen. McGirr é o terceiro diretor criativo a dirigir a casa, depois apenas do próprio McQueen e da amiga próxima Sarah Burton, esta última cuja direção durou 13 anos. McGirr, que segue a tradição da marca de ser ex-aluno da Central Saint Martins, anteriormente supervisionou o pronto-a-vestir da marca britânica JW Anderson.

    E, finalmente, a Louis Vuitton deve encerrar as festividades com um desfile que também marca o aniversário de 10 anos do diretor criativo Nicolas Ghesquière na marca. Das passarelas armadas em todos os lugares, do Louvre ao Museu de Arte Contemporânea de Niterói, no Rio de Janeiro, não há dúvida de que o mandato de Ghesquière será comemorado com estrondo.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Internacional.

    versão original