Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Robô tira vestido de modelo em performance da Semana de Moda de Paris; assista

    A marca Coperni viralizou no desfile da temporada passada com vestido de spray de Bella Hadid

    Desfile foi inspirado na fábula francesa "O Lobo e o Cordeiro", de Jean de La Fontaine
    Desfile foi inspirado na fábula francesa "O Lobo e o Cordeiro", de Jean de La Fontaine Reprodução/Vogue

    Flávia Martinsda CNN

    Depois de ter deixado o público e os “fashionistas” impressionados com a performance viral do vestido feito de spray de Bella Hadid, em outubro de 2022, as expectativas eram altas para o desfile da Coperni desta sexta-feira (3).  

    Na apresentação da temporada Outono/Inverno 2023, a marca de luxo francesa inovou novamente, desta vez com encenações teatrais entre modelos e robôs.  

    Em um vídeo publicado pelo perfil da Vogue França no Instagram, um robô aparentemente “inteligente” se aproxima lentamente da modelo Rianne Van Rompaey e puxa a sua roupa, revelando um vestido preto da nova coleção.  

    Rapidamente, vários vídeos do verdadeiro “espetáculo” que aconteceu na tarde desta sexta no Théâtre National de la Danse (Teatro Nacional da Dança), em Paris, França, foram postados e repostados nas redes sociais.  

    Em outro clipe, é possível ver cinco robôs que simulam animais de quatro patas circulando entre as modelos na ampla passarela quadrangular, enquanto os convidados assistem em volta.  

    Segundo a edição francesa da Vogue, o show foi baseado na fábula francesa “O Lobo e o Cordeiro”, de Jean de La Fontaine. Sébastien Meyer, diretor criativo e co-fundador, idealizou as modelos como “cordeiros” e os robôs como “lobos” – todos vivendo em harmonia.  

    No conto de La Fontaine, o lobo e o cordeiro são símbolos antagônicos de inocência e malícia, tentando contornar problemas. 

    Em entrevista à Vogue, Meyer confirmou que as expectativas eram altas para esta temporada e relembrou o sucesso do vestido de spray. Na época, a marca ganhou mais de 300 mil seguidores da noite para o dia e as vendas aumentaram “significativamente”. 

    O encontro da Moda com a Tecnologia 

    À publicação, os donos da marca admitiram ser “fascinados” por tecnologia e pela interação dos humanos com ela.  

    Arnaud Vaillant e Sébastien Meyer entraram em contato com a Boston Dynamics logo em seguida ao desfile de outubro e planejaram o conceito nos últimos seis meses.  

    Segundo a Vogue, a coreografia dos robôs foi ensaiada por dançarinos e “diretores” de movimento. 

    A empresa americana, sediada em Boston e fundada em 1992, trabalha com engenharia robótica e é conhecida por seus robôs com tecnologias avançadas e comportamentos de mobilidade, agilidade, destreza e velocidade. 

    As máquinas conseguem desviar de obstáculos, subir escadas e até dançar.  

    Agora resta saber qual “surpresa” a Coperni está preparando para a próxima temporada.