Em primeiro relatório, grupo de trabalho do TSE confirma eleições em 2020

Grupo de Trabalho, liderado pela ministra do STF, Rosa Weber, afirmou que está adotando providências necessárias para a realização do pleito

Da CNN, em São Paulo
20 de abril de 2020 às 20:42
Urna eletrônica durante votação nas eleições: grupo de trabalho do TSE confirmou, por enquanto, pleito de 2020
Foto: Fábio Pozzebom/Agência Brasil

O Grupo de Trabalho do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), criado para projetar os impactos da COVID-19 nas eleições municipais, soltou o seu primeiro relatório semanal. Nele, o grupo concluiu que, pelo menos até o momento, o pleito poderá ser realizado ainda neste ano.

“À luz do calendário eleitoral vigente e considerado o período em que compilados os dados e projetados os impactos, o Grupo de Trabalho conclui que a Justiça Eleitoral, até o momento, tem condições materiais para a implementação das eleições no corrente ano”, escreveu o grupo no documento.

O documento também afirma que o TSE está adotando providências para adequar as ações necessárias para a realização das eleições ao cenário atual de pandemia.

Porém, afirma que está identificando semanalmente os eventos que podem impactar de alguma maneira a organização dos órgãos ligados à Justiça Eleitoral, sejam eles envolvendo o funcionamento dos Tribunais Regionais Eleitorais, além do próprio TSE, ou até mesmo logísticos, como o redimensionamento ou redistribuição de urnas eletrônicas.

De acordo com o relatório, haverá uma nova formatação de testes eleitorais, que estará sob a responsabilidade da Secretaria de Tecnologia da Informação.

O Grupo de Trabalho foi criado pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, que também é presidente do TSE, e é formado por outras seis pessoas. O próximo relatório deve ser divulgado na próxima segunda-feira (27).