Pacientes com sintomas leves da COVID-19 também serão internados em São Paulo

Mudança de protocolo tem como objetivo ampliar o monitoramento e reduzir casos graves da doença

Da CNN, em São Paulo
23 de abril de 2020 às 09:26
 

Em uma mudança de protocolo, a cidade de São Paulo começará a internar pacientes que tiverem sintomas leves da COVID-19. 

A mudança, segundo o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, foi motivada por registros de casos em que pacientes chegavam com sintomas leves da doença, eram liberados após triagem e voltavam, dias depois, com sinais mais graves da doença, às vezes resultando em morte da pessoa infectada.

A nova prática tem como objetivo ampliar o monitoramento e reduzir casos graves da doença na capital. 

Leia também:

Saúde dará diretriz para estados decidirem sobre relaxar isolamento, diz Teich

Governo desiste de antecipar parcela do auxílio emergencial e culpa alta procura

Os pacientes devem ficar internados em hospitais de campanha da prefeitura de São Paulo, mas também podem ser encaminhados para outras unidades hospitalares, conforme o avanço da doença.

O hospital de campanha do Complexo do Anhembi deve receber a maior parte dos novos pacientes com sinais leves. Atualmente, 172 leitos estão ocupados no local.