Isolamento social caiu em 25 de 27 estados entre março e abril

Somente Amazonas e Pará não tiveram relaxamento dos números neste período

Luiz Fernando Toledo da CNN
25 de abril de 2020 às 05:41
Painel no Eixão Sul, em Brasília, recomenda isolamento em meio à pandemia (26.mar.2020)
Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil


Menos brasileiros têm ficado em casa e cumprido a quarentena. A média semanal do índice de isolamento social de 25 de 27 estados brasileiros e Distrito Federal caiu se comparada à última semana de março, quando tiveram início os decretos com as regras, e a terceira semana de abril, a última com dados consolidados.

É o que aponta um levantamento feito pela CNN com dados do site inloco, empresa de tecnologia de Recife que colhe as informações de aplicativos em smartphones. A empresa diz ter uma base de 60 milhões de dispositivos.

Para fazer a comparação, a reportagem comparou os dados do índice de isolamento da média entre as semanas mencionadas, incluindo os finais de semana.

Os dados mostram que somente Amazonas e Pará não tiveram relaxamento nos números neste período - o primeiro oscilou positivamente de 51,37% para 51,57% e o segundo, de 51,79% para 52,23%.

A maior queda se deu no estado de Santa Catarina, que registrava 62,26% de isolamento em média na última semana de março e, em abril, teve 45,38% na média.

Em São Paulo, estado que registra a maior quantidade de casos e mortes pela COVID-19, também houve queda expressiva, de 7 pontos percentuais - foi de 55,58% para 48,53%. O governador João Doria tem demonstrado preocupação com esses dados, já que na última semana houve diversos dias em que a taxa esteve abaixo de 50%, índice de cumprimento considerado "mínimo" para que se possa pensar em reabertura da economia em maio.

Outro dado relevante é que nenhum estado conseguiu atingir, no mês de abril, o índice de 70% de isolamento, que vem sendo apontado por alguns especialistas como um "ideal" para que haja recuo do espalhamento da doença. O índice mais alto atingido em abril foi alcançado por Goiás e pelo Rio Grande do Sul, ambos com 66% em um domingo. No estado de São Paulo, de 61% até o dia 21. 

Se analisados somente os dias de semana de abril, exceto feriados, o máximo de isolamento atingido foi de 59,98%, no dia 2, em Goiás. Neste período, ao menos 24 estados tiveram dias com menos de 50%, sendo 6 deles com índices abaixo de 40%. Na média somente dos dias úteis de abril, Goiás aparece com o valor mais alto (56,14%) e Tocantins, com o pior (41,18%).