Isolamento social cai no RJ e preocupa autoridades

Centro de Operações Rio contabiliza movimentação de pessoas a partir de 400 câmeras espalhas pela cidade

Da CNN, em São Paulo
26 de abril de 2020 às 13:39
 

A capital do Rio de Janeiro vê crescer o número de pessoas circulando nas ruas dos bairros da Zona Sul a cada dia, segundo dados fornecidos pela Cyberlabs e divulgados pelo Centro de Operações Rio (COR), que contabiliza a movimentação nos bairros através de imagens captadas por 400 câmeras de monitoramento espalhadas pela cidade.

A empresa identifica aglomerações em tempo real e obtém um histórico de presença de pessoas em diferentes locais. Nesse sábado (25), até o final de tarde, foram identificadas 1.339 pessoas circulando nos bairros de Ipanema e Leblon. Em Copacabana, o número de pessoas circulando até às 18h chegou a 3.836.

A reportagem da CNN tem registrado uma grande movimentação na orla do bairro nos últimos dias, principalmente nos finais de semana e feriados de sol. De acordo com a Cyberlabs, considerando cidade como um todo, houve uma redução da movimentação neste sábado quando comparamos com a última quinta e sexta-feira. 

Vale ressaltar que a recomendação do governo e dos especialista é para que as pessoas fiquem em casa e respeitem o isolamento social. No Rio de Janeiro, ainda não há prazo para a flexibilização da quarentena, que está em vigor desde o dia 16 de março. Na última reunião, o governador Wilson Witzel anunciou que isso vai depender da curva de casos no estado e da abertura dos hospitais de campanha.

No estado do Rio de Janeiro, até sábado (25/04) foram registrados 6.828 casos confirmados e 615 mortes por COVID-19. O estado está acima da taxa de letalidade nacional, alcançando 9% ante 6,9% para todo o país.