Fernando Ferry é o novo secretário da Saúde do Rio de Janeiro

Ele ocupará a vaga e Edmar Santos, exonerado por falhas na gestão dos hospitais de campanha de combate à Covid-19

Da CNN em São Paulo
17 de maio de 2020 às 18:27 | Atualizado 17 de maio de 2020 às 19:03


O novo secretário de Saúde do Estado do Rio de Janeiro será Fernando Ferry, atual diretor-geral do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle. A informação foi confirmada pela CNN neste domingo (17).

Ferry ocupará o lugar de Edmar Santos, que foi exonerado pelo governador Wilson Witzel (PSC).

Edmar foi exonerado por falhas na gestão de infraestrutura dos hospitais de campanha para atender as vítimas da Covid-19.

A pasta foi um dos alvos de uma operação da Polícia Federal e do Ministério Público, que investiga suspeita de corrupção em contratos. No último dia 7, o ex-subsecretário de Saúde Gabriell Neves foi preso por suposta fraude, junto com outras três pessoas. Na quarta-feira (13), a Polícia Civil do Rio prendeu o empresário Maurício Fontoura, suspeito de participar do esquema criminoso de contratos fraudulentos sem licitação.

Perfil do novo secretário

Clínico-geral e especialista em Aids, Ferry atuava como diretor-geral Hospital Universitário Gaffrée e Guinle e foi professor associado de Clínica Médica e Aids da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio).

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ), Ferry foi professor de Histologia e Embriologia na Universidade Gama Filho, na Universidade de Barra Mansa e na UFRJ.

O novo secretário também é graduado em Medicina Veterinária e Técnica Agropecuária pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Ele é doutor e mestre em Parasitologia Veterinária também pela UFRRJ.