Músico quebra monotonia de moradores em prédios durante a quarentena

Uma administradora de condomínios decidiu criar alternativas para quem está em casa e criou o projeto "Música na Janela".

Por Sandro Zeppi e Diego Viñas, da CNN, em São Paulo
20 de maio de 2020 às 00:15

Tem momentos na vida que imaginamos: está tudo perdido. A pandemia tem trazido este sentimento para muitas pessoas. Ruas vazias, ambientes de lazer fechados, tédio, medo, preocupação. Tudo junto. Que sufoco! A falta de perspectiva ou a impossibilidade de fazer planos, nos deixa em compasso de espera.

E a cidade de São Paulo, que nunca para, desacelerou. Já para o Samuel Morales freou de vez. O músico paulistano, que tinha uma agenda lotada de trabalhos, viu de uma hora para outra o faturamento cair a zero. Em casa, a mulher grávida de 8 meses era outra preocupação. “As contas chegam, você está sem trabalhar, fica preocupado, ansioso, apreensivo, dá uma incerteza, um medo, né?”, diz Samuel.

Mas o músico não desanimou. Mesmo com o coração apertado, manteve na sacada do apartamento onde mora, a prática do que mais gosta de fazer. Tocar saxofone.

Em outro lado da cidade, uma administradora de condomínios decidiu criar alternativas para quem está em casa e criou o projeto "Música na Janela". A gerente geral de relacionamento da Lello Condomínios, Angélica Arbex, conta que ficou surpresa com o resultado. "Nesse momento em que as pessoas estão todas em casa, não imaginava que era possível levar um pouco de leveza, de alegria, pra dentro da casa das pessoas e fazer essa confraternização mesmo que da janela da sacada", comentou.

A empresa ligou para o Samuel e ofereceu uma temporada de shows. Ele ficou muito feliz e agradeceu demais. Desde a ligação do cliente, o músico não parou mais de trabalhar. Resultado: agenda lotada por quase um mês. E em apenas um dia ele chegou a fazer três shows. As apresentações são dentro de condomínios e, eventualmente, em uma praça em frente aos prédios administrados pela empresa.

Samuel toca diversas trilhas conhecidas. Leves e inspiradoras para quem está na quarentena. Nas janelas, os moradores acompanham a apresentação.

"Plateia" com mais de 20 mil pessoas

O músico estima que já se apresentou para mais de 20 mil pessoas nesse curto período. Na plateia, dos mais novos aos mais vividos. A moradora Láina Grazielle diz que foi uma experiência muito gratificante. “Foi um alento pra nossa família, inclusive pro nosso bebezinho. Ele estava cansado, irritado e aí a gente trouxe ele pra sacada na hora da apresentação e ele ficou super calmo, tranquilo, ele curtiu bastante o show".

É com música que Samuel espera ter um mundo melhor. A mensagem que ele deixa é que o sol brilhe para todos, nem sempre na mesma hora, nem sempre da mesma forma. É preciso plantar uma semente do bem. Como a pequena Laura, a filha que vai nascer, em breve, e alegrar a família.

Músico paulistanos, Samuel Morales, tocando para moradores de prédio em São Paulo (19.mai.2020)
Foto: CNN Brasil