Estudantes de medicina criam cursinho com conteúdos que vão além do Enem

Com a meta de democratizar o acesso ao ensino superior, os estudantes Marcio Oliveira e Deir Grassi fundaram o “Aluno Ensina”, um cursinho online gratuito

Da CNN, em São Paulo
27 de maio de 2020 às 00:08

Com o objetivo de democratizar o acesso ao ensino superior, os estudantes Marcio Henrique de Jesus Oliveira e Deir Grassi, da mesma turma do segundo ano de Medicina da Universidade Federal de Uberlândia, fundaram o “Aluno Ensina”, um cursinho online gratuito que aposta na educação como instrumento de transformação. A CNN conversou com os dois para entender melhor a plataforma.

“Criamos com o intuito de oferecer todo o conteúdo necessário para que os estudantes passem no Enem e também materiais importantes para o desenvolvimento humano e profissional dos estudantes,” disse Deir. Ele diz também que percebeu que estudantes recém chegados nas universidades tinham dificuldade em agregar para a sociedade o que aprendem nas aulas. “Nossa ideia foi criar uma plataforma que ofereça tudo isso aos alunos.”

Leia também

Ministério da Educação cogita adiar Enem em mais de 60 dias

Senado aprova títulos de crédito da educação para socorrer escolas privadas

O "Aluno Ensina" conta com professores voluntários e já tem 1900 alunos de todo o Brasil matriculados. Os alunos podem acompanhar as aulas desde o dia 18 de maio. As aulas ficarão em uma plataforma, onde os alunos, durante e pós-pandemia, poderão acessar os conteúdos disponíveis e gravados para o preparo do Enem. O cursinho conta com um módulo especial, onde os estudantes terão acesso a conteúdos de desenvolvimento pessoal, métodos de estudo e histórias de ex-vestibulandos, por exemplo. 

“Na plataforma também focamos em alunos que não só querem passar no Enem, mas também querer fazer algo diferente. O objetivo é que o projeto seja abrangente para todo tipo de estudante,” diz Marcio Oliveira.