Entrega de hospital de campanha no RJ está atrasada há 27 dias

O Hospital de Campanha de São Gonçalo (RJ) não começou a atender pacientes nesta quinta-feira (28), conforme previsto anteriormente pelo governo

Giulia Pereira, da CNN
29 de maio de 2020 às 00:00
Leito de hospital
Foto: CNN (25.mai.2020)

O Hospital de Campanha de São Gonçalo (RJ) não começou a atender pacientes nesta quinta-feira (28), conforme previsto anteriormente pelo Governo do Rio de Janeiro.

A entrega da unidade está atrasada há 27 dias. O Governo do Estado havia postado em seu portal oficial que o Hospital receberia pacientes nesta quinta, mas apagou a postagem sem explicações.

De acordo com a Secretaria da Saúde, a empresa responsável pela construção e gerenciamento do local, a OS IABAS, não cumpriu com o prazo previsto. Ainda não há data prevista para inauguração. Aguardamos nota oficial da empresa.

A OS Iabas (Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde) está no centro de investigações por suspeitas de superfaturamento e outras irregularidades na construção de hospitais de campanha no estado do Rio de Janeiro. A empresa também é investigada pelo Tribunal de Contas  de São Paulo desde 2016. 

O hospital está localizado no Clube Mauá, no Centro do município. A previsão é de que 10 leitos estejam disponíveis, inicialmente, para atender pacientes. Quando estiver em pleno funcionamento, a unidade contará com 200 leitos, sendo 80 deles de UTI e 120 de enfermaria.

Esta será a quarta unidade  aberta pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) para auxiliar no combate à pandemia. Além desta, outras três foram inauguradas: Maracanã, Lagoa-Barra e Parque dos Atletas, estas duas últimas em parceria com a Rede D’Or.