Projeto Unidos Pelo Surf busca ajudar comunidades de praias e ilhas do Paraná


Da CNN, em São Paulo
02 de junho de 2020 às 02:23

Um grupo de empresários e personalidades do surf formaram o projeto "Unidos pelo Surf" no Paraná, que está mobilizando doações para serem entregues no litoral do Paraná a fim de minimizar os impactos da Covid-19.

A primeira etapa do projeto foi realizada em ilhas do estado, tendo Serginho Laus, recordista mundial de surf na Pororoca, como embaixador. O surfista conversou com a CNN e explicou que o movimento é a reação da comunidade do surfe a pandemia. “O surfe tem uma comunidade muito próxima e nos reunimos para somar forças e criar este grupo para ajudar estes locais tão importante para nós.”

Até o momento  o grupo conseguiu juntar cerca de cinco toneladas de alimentos. A ideia é levar as doações do continente para as Ilhas. Duas ações já foram realizadas, nos dias 27 de abril e 15 de maio. A próxima será em 12 de junho. 

Para essa ação, as principais marcas de surf do Paraná decidiram se unir para ajudar as comunidades carentes do litoral em tempos de isolamento social devido à pandemia do Covid-19. Para tanto, contam com embaixadores dos picos (Ilhas, Pontal, Matinhos, Guaratuba e Barra do Saí/SC) que ficaram responsáveis por ver o que cada comunidade mais necessita no momento.

(Edição: Diego Freire)

Serginho Laus, recordista mundial de surf na Pororoca e embaixador do grupo Unid

Serginho Laus, recordista mundial de surf na Pororoca e embaixador do grupo Unidos Pelo Surfe em entrevista para a CNN (01.jun.2020)

Foto: CNN Brasil