Guarda é agredido ao tentar dispersar aglomeração em Mogi das Cruzes (SP)

Um atendente de telemarketing, que não teve o nome divulgado, foi identificado como um dos agressores

Da CNN
20 de julho de 2020 às 19:16

Um agente da Guarda Municipal de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, foi agredido por um grupo de pessoas neste final de semana ao tentar evitar aglomeração e, assim, a propagação do novo coronavírus. 

Um atendente de telemarketing, que não teve o nome divulgado, foi identificado como um dos agressores. Ele foi preso.

A prefeitura de Mogi das Cruzes afirmou que o guarda recebeu atendimento médico e foi liberado. O caso foi registrado como tentativa de homicídio.

Assista e leia também:

Guarda Municipal do Rio multa moradores de rua por não usarem máscara

Corregedoria vai apurar conduta de desembargador que rasgou multa em Santos

Também neste final de semana, o desembargador Eduardo Siqueira foi multado pela Prefeitura de Santos, litoral paulista, após se recusar a usar máscara de proteção em público. Durante a abordagem, ele destratou um agente da Guarda Civil Municipal. O Tribunal de Justiça de São Paulo e a Corregedoria Nacional de Justiça apuram a conduta do magistrado.