Baleia encalhada mobiliza equipes de resgate no litoral do Nordeste

Animal da espécie Baleia-fin (Balaenoptera physalus), com 13 metros de comprimento, está bastante debilitada; maré baixa dificulta operação

Diego Barros, da CNN, no Recife
21 de julho de 2020 às 08:55 | Atualizado 21 de julho de 2020 às 11:39

Equipes do Instituto Biota de Conservação tentam salvar, desde a tarde de segunda-feira (20), uma baleia que está encalhada viva no litoral norte do estado de Alagoas, em uma área de difícil acesso, em Carro Quebrado.

Segundo a equipe de resgate, trata-se uma Baleia-fin (Balaenoptera physalus), com 13 metros de comprimento, que está bastante debilitada, magra e com diversos ferimentos pelo corpo.

Após avaliação da equipe veterinária, o animal foi medicado e tem sido mantido umedecido para evitar a descamação.

O presidente do Instituto Biota, Bruno Stefanis, afirmou à CNN que a maré baixa dificulta o resgate. Biólogos do Instituto tentam reintroduzir o animal ao mar com ajuda Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A maré só deve ficar alta, acima de 2 metros, a partir das 16h30 desta terça-feira (21). Até o início desta manhã, a baleia permanecia encalhada.

Baleia-fin (Balaenoptera physalus), com 13 metros de comprimento, está encalhada no litoral de Alagoas
Foto: Divulgação/ Instituto Biota de Conservação