BH atinge 89% da ocupação em UTIs reservadas para pacientes com Covid-19

Ocupação de leitos de UTI na capital mineira destinado a pacientes infectados pelo novo coronavírus está em 89%; taxa de transmissão subiu para 1,02

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
26 de julho de 2020 às 09:23 | Atualizado 26 de julho de 2020 às 10:26

A ocupação das UTIs destinadas a pacientes com Covid-19 subiu e chegou a 89% em Belo Horizonte neste fim de semana. No começo da semana passada, o índice se mantia próximo dos 85%.

Esse é o principal dado usado pelo governo municipal para impedir a retomada das atividades econômicas. Somente setores considerados essenciais continuam funcionando. Ainda não há previsão – e nem um plano – de reabertura da capital mineira.

Assista e leia também:

Bares e restaurantes de BH seguem fechados após impasse do setor com Kalil

MP investiga suspeita de superfaturamento em compra de máscara em Belo Horizonte

Boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura aponta ainda que houve um aumento no número médio de transmissão do novo coronavírus na cidade, chegando a 1,02 infecção por pessoa – esse número se manteve por algumas semanas em 1. 

A cidade registra, segundo o último boletim divulgado pela secretaria estadual de Saúde, 16.211 casos confirmados e 459 mortes causadas pelo novo coronavírus. Em todo o estado, são 110.093 infecções e 2.404 mortes.

Segundo o secretário de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, o estado está no chamado platô da doença, por isso números elevados continuarão sendo registrados até que haja uma queda. O governo ainda não tem, no entanto, uma previsão de quando isso deve acontecer.

(Com informações de Caroline Louise, da CNN, em Belo Horizonte)