Onda de frio começa a perder intensidade em todo o país

Meteorologista Márcia Seabra comentou a previsão do tempo para os próximos dias

Da CNN
23 de agosto de 2020 às 13:11

A onda de frio registrada em todo o país nos últimos dias começa a diminuir com a passagem da massa de ar polar, afirmou a meteorologista Márcia Seabra à CNN neste domingo (23). "As temperaturas já tiveram uma ligeira elevação durante essa madrugada. Ainda está muito frio, mas se comparado com sexta-feira e sábado, [a massa de ar polar] já está perdendo um pouco de força e se deslocando mais para o oceano", destacou.

Márcia ainda garantiu que não há previsão de temperaturas baixas para as próximas semanas. "As temperaturas mínimas ainda tendem ficar um pouco baixas, não tão baixas como nos últimos dias, e as máximas tendem a começar a subir tanto no Sul como em São Paulo. A frente fria já se deslocou bastante, está pra cima do Sul da Bahia e, agora, só devemos ter esse frio, mas que também vai começear a diminuir ao longo dos dias", finalizou.

Leia também: 

Frio e chuva vão até o meio da semana em todo o país

Agência meteorológica da ONU busca ‘confirmação’ de calor recorde na Sibéria

A especialista ainda explicou o que são, afinal, as massas de ar polar. "Elas se formam no Polo Sul. Esse ar frio é muito denso, mas eventualmente parte dele consegue se desprender do polo e se deslocar em direção à América do Sul. Quando esse ar mais frio, que está atrás, encontra um ar mais quente, temos então a frente fria, uma faixa que separa essas duas massas de ar", disse Márcia.

"Essa massa de ar dessa semana estava muita intensa e foi deslocando pela América do Sul, atingiu o Brasil e até causou neve e geada, chegando à região Norte do país como tínhamos previsto", completou.