PRF apreende mais de 60 filhotes de shih tzu em porta-malas de carro

O motorista, um homem de 56 anos, disse que pretendia vender os cães para donos de pet shops em Salvador (BA), Recife e Petrolina

Sinara Peixoto, da CNN em São Paulo
29 de agosto de 2020 às 18:41 | Atualizado 30 de agosto de 2020 às 17:31
Filhotes de cachorro da raça shih tzu encontrados pela Polícia Rodoviária Federal na Bahia
Foto: Divulgação/PRF (29.ago.2020)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu mais de 60 filhotes de cães da raça shih tzu em um carro que seguia de Goiânia (GO) para a Bahia na noite dessa sexta-feira (28).

De acordo com os policiais, 63 animais estavam amontoados em 14 caixas nos bancos dianteiro e traseiro e no porta-malas do veículo. Os filhotes "estavam debilitados, aparentando desidratação e fraqueza".

Caixas com filhotes de shih tzu encontrados pela PRF na Bahia
Foto: Divulgação/PRF (29.ago.2020)

O motorista, um homem de 56 anos, disse que pretendia vender os cães para donos de pet shops em Salvador (BA), Recife e Petrolina. 

Ele apresentou documentos de vacinação e a cópia de um “Atestado Sanitário para o Trânsito de Cães e Gatos”, mas, sem informar o motivo, confessou que havia abandonado outros três animais no percurso.

           Leia também:

           Cães são treinados para atuar como salva-vidas em praias da Itália

           Lei que proíbe latido de cachorro é aprovada em SC; vereador alega mal entendido

Os policiais constataram a situação degradante dos filhotes e classificaram o caso como crime de maus-tratos a animal doméstico, previsto na Lei Ambiental. O homem assinou um termo circunstanciado, e os 66 cães – 63 encontrados no veículo e outros três que haviam sido abandonados no caminho – foram levados para um abrigo na região.

A PRF chegou ao suspeito após receber a denúncia de que um homem havia descartado três filhotes na região de Tanquinho de Lençóis, na BR 242, próximo ao município de Itaberaba (BA). Uma equipe seguiu em busca do veículo, que foi encontrado a cerca de 8 km do local do abandono.

Lei ambiental

A crueldade contra animais, incluindo o abandono, é considerada crime contra o meio ambiente e pode levar à pena de detenção de até 1 ano. O delito está tipificado no art. 32 da lei federal 9.605.

"Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa."

Errata: Inicialmente a reportagem informou que a apreensão foi realizada no estado de Goiás, mas o veículo foi abordado na BR 242, na região de Tanquinho de Lençóis, na Bahia. O motorista havia partido de Goiânia (GO).