Caso Miguel: Justiça de PE marca audiência de Sari Corte Real para dezembro

Ela responde pela morte do menino de 5 anos, que caiu do nono de um prédio após ser deixado sozinho no elevador

Da CNN
29 de setembro de 2020 às 07:54

Quase quatro meses após a morte do menino Miguel, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE) confirmou a primeira audiência. Ela foi marcada para o dia 3 de dezembro. O caso é acompanhado pela 1ª Vara de Crimes contra a Criança e o Adolescente de Recife.

A sessão inicia às 9 horas. Durante a audiência, a acusada pela morte do garoto, Sari Corte Real, será interrogada. As testemunhas indicadas pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e pela defesa serão ouvidas sobre o caso.

Leia também:
Mãe de menino Miguel é contratada de prefeitura em PE; TCE vai investigar
Manifestantes homenageiam garoto que morreu em prédio com ato em Recife

Em julho, o Ministério Público de Pernambuco (MP-PE) apresentou denúncia contra Sari Corte Real, primeira-dama de Tamandaré (PE), por abandono de incapaz com resultado de morte. Sarí foi indiciada pela Polícia Civil do estado em 1º de julho pela morte do menino Miguel Otávio, de 5 anos.

Caso Miguel

O garoto Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos, morreu após cair do nono andar de um prédio conhecido como "Torres Gêmeas", no bairro São José, em Recife, em 2 de junho. Segundo a investigação da Polícia Civil, a queda ocorreu quando a mãe do menino, que trabalhava como empregada doméstica em um dos apartamentos, teria descido com o cachorro de sua patroa, deixando Miguel aos cuidados dela.

O garoto Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos, morreu após cair do nono andar de um prédio conhecido como "Torres Gêmeas" no bairro São José, em Recife
Foto: Reprodução/Facebook

Imagens da câmera de segurança do elevador mostram Sari apertando o botão da cobertura e deixando o menino lá dentro. Ele aperta outros botões, entra e sai várias vezes, aparentando estar perdido. Por fim, ele desembarca e vai para uma área onde ficam aparelhos de ar-condicionado, de onde caiu de uma altura de cerca de 35 metros e morreu.

(Edição: André Rigue)