'É preciso democratizar a alimentação saudável', afirma Bela Gil


Da CNN, em São Paulo
02 de outubro de 2020 às 23:20 | Atualizado 03 de outubro de 2020 às 04:06

O Mundo Pós-Pandemia dessa sexta-feira (2) entrevistou a chef de cozinha e nutricionista Bela Gil. Ela falou sobre a importância de uma alimentação saudável e consciente, além do acesso das pessoas à ela.

"É preciso lembrar que ainda temos 800 milhões de pessoas passando fome no mundo", afirmou. Ela explicou que dedica grande parte do seu trabalho à conscientização sobre alimentação nutritiva e para todos: "É necessário democratizar a alimentação saudável".

Ela também abordou a sustentabilidade e a relevância desse assunto em um contexto pós-pandêmico. Destacando a importância de buscar alimentos cultivados de forma consciente e não-prejudicial ao meio ambiente, ela disse: "O Brasil precisa aprender a fortalecer a agricultura familiar".

A apresentadora lembrou de sua trajetória e a repercussão que teve na mídia por conta de suas visões sobre a comida. "Meus memes serviram para popularizar a alimentação saudável", disse, ao explicar que não guarda mágoas desses eventos.

Bela Gil, que é filha do cantor Gilberto Gil e de Flora Gil, recebeu um depoimento de seu pai que a emocionou e emocionou as entrevistadoras durante o programa.

Ela atualmente, além de suas formações em gastronomia e nutrição, trabalha como apresentadora e escreveu vários livros sobre a alimentação saúdavel, sustentabilidade e a 'comida de verdade'.

Leia também:
'A pandemia não nos deixa mentir: somos todos iguais', afirma Zezé Motta
'Não acredito em mudanças radicais no mundo corporativo', afirma Max Gehringer
'A evolução da espécie humana está sendo escrita agora', afirma Sidarta Ribeiro

No programa, ela é entrevistada pelas jornalistas da CNN Luciana Barreto e Thaís Herédia e pela comentarista Lia Bock. O comando da atração é da âncora Daniela Lima. O programa é exibido a partir das 22h30.

A partir do dia 09/10, sexta-feira, o programa Mundo Pós-Pandemia muda de nome e passa a ficar fixo na grade com o nome CNN Nosso Mundo. Será um programa de entrevistas com personalidades relevantes sobre temas em debate no momento, e não apenas focado na pandemia do COVID-19. A estreia da nova fase também contará com mudança no elenco: Daniela Lima deixa o programa para se dedicar à cobertura das eleições municipais. Luciana Barreto assume a ancoragem. Elisa Veeck passa a fazer parte do time de entrevistadoras, ao lado de Thaís Herédia e Lia Bock.

A CNN está no canal 577 nas operadoras Claro/Net, Sky e Vivo. Para outras operadoras, veja aqui como assistir à CNN. O programa também pode ser assistido ao vivo no site da CNN Brasil.