SP: MIS reabre com exposição sobre John Lennon; bibliotecas retomam atividades


Da CNN
16 de outubro de 2020 às 11:51

Mais um passo na retomada cultural da capital paulista. O Museu da Imagem e do Som (MIS) e as bibliotecas da cidade vão reabrir nesta sexta-feira (16).

A exposição "John Lennon em Nova York por Bob Gruen" havia sido inaugurada em 13 de março de 2020, mas acabou suspensa temporariamente por conta da pandemia da Covid-19.

Meses depois, a reabertura se dará com horário reduzido – do 12h às 18h – e 60% da capacidade de ocupação, além de todas as medidas de prevenção ao novo coronavírus – como uso de máscara, distanciamento social de 2 metros e totens de álcool.

Leia e assista também:

Ídolo do rock mundial, John Lennon completaria 80 anos
Cópia autografada de 'Love Me Do', primeiro single dos Beatles, será leiloada
Vídeo: médico canta 'Imagine' em homenagem aos colegas; assista

Exposição sobre John Lennon no MIS

Exposição sobre John Lennon no MIS

Foto: CNN Brasil (16.out.2020)

Na semana passada, John Lennon, o eterno vocalista do "The Beatles", completaria 80 anos

Nascido em 9 de outubro, o cantor ficou conhecido por músicas que marcaram as décadas de 1960 e 1970, como os sucessos "Help", "Come Together” e "All You Need is Love", além do hit "Imagine", feito em sua carreira solo. 

Lennon morreu no dia 8 de dezembro de 1980, assassinado por um fã na porta de seu prédio, em Nova York. 

Bibliotecas

A retomada das bibliotecas incluirá a restrição ao manuseio dos livros. Os visitantes não poderão tocar nos exemplares nem fazer doações de novos volumes.

O catálogo, no entanto, será disponibilizado para acesso on-line, além de uso da sala de jogos e de estudo, mas com agendamento prévio.

A primeira semana terá horário reduzido e apenas 25% da capacidade de lotação. Na segunda semana, o limite passa para 40%.

(*Com informações de Henrique Andrade e Fabricio Julião, da CNN, em São Paulo, sob supervisão de  Julyanne Jucá)