Hospital Federal de Bonsucesso será fechado por tempo indeterminado

Isabelle Resende, da CNN no Rio de Janeiro
28 de outubro de 2020 às 17:51 | Atualizado 28 de outubro de 2020 às 17:52

Cerca de 3 mil funcionários estatutários do Hospital Federal de Bonsucesso vão entrar em férias coletivas a partir do dia 1º de novembro, de acordo com o diretor do corpo clínico, o médico Júlio Noronha.

A unidade permanecerá fechada por tempo indeterminado até que a perícia da Polícia Federal seja concluída e o prédio, onde começou o fogo, passe por reformas.

Leia e assista também

Bombeiros avaliaram interditar Hospital de Bonsucesso no ano passado

Ministério da Saúde soube em 2019 de problemas no Hospital de Bonsucesso

Apenas 22 médicos do setor de nefrologia e de transplante serão encaminhados para o Hospital Federal da Lagoa para dar continuidade ao tratamento dos pacientes com doenças crônicas.

Os pacientes que fizeram transplantes recentemente e que estão na fila para operações, serão encaminhados para os hospitais da Lagoa, na Zona Sul, e dos Servidores, no Centro.  

Também serão atendidos os cerca de 2 mil pacientes que já realizaram transplantes nos últimos 20 anos, que carecem de acompanhamento continuado. A situação dos terceirizados ficará a cargo de cada empresa, de acordo com a direção.

Incêndio atinge hospital de Bonsucesso, no Rio de Janeiro
Foto: Reprodução/CNN Brasil (27.out.2020)