'Força-tarefa espontânea apareceu para ajudar', diz médico de Taquarituba (SP)

Plantonista de UTI em cidade que recebeu vítimas do acidente falou à CNN nesta quarta-feira (25)

Da CNN, em São Paulo
25 de novembro de 2020 às 11:34 | Atualizado 25 de novembro de 2020 às 12:28


Gabriel Ortega é médico platonista da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Taquarituba (SP), cidade próxima a Taguaí, onde um acidente envolvendo um ônibus e um caminhão aconteceu na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249), na manhã desta quarta-feira (25). Segundo o Corpo de Bombeiros, há pelo menos 41 mortes.

"Temos UTI em Taquarituba, recurso novo que foi disponibilizado pelo poder público por causa da pandemia. Hoje estamos desviando um pouco a função para atender às vítimas", explicou Ortega à CNN. "Diversos médicos da cidade vieram nos ajudar com o antendimento, além de outros profissionais como técnicos de enfermagem, enfermeiros. Foi uma força-tarefa espontânea que apareceu pra ajudar a gente", completou.

O profissional disse que, por volta das 11h, havia três vítimas do acidente em estado crítico na UTI. Duas pessoas morreram assim que chegaram ao local e uma, com ferimentos leves, estava internada na enfermaria.

Leia mais:

Acidente em rodovia no interior de SP deixa dezenas de mortos
‘É o pior acidente do ano em São Paulo’, diz tenente sobre tragédia em Taguaí

Acidente em Taguaí

Segundo a Polícia Militar, o acidente ocorreu às 6h30 da manhã desta quarta-feira (25), no Km 171 da pista norte da Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249), próximo a Taguaí, interior de São Paulo. O veículo transportava funcionários da empresa do ônibus, de acordo com as informações da PM.

“Ainda não temos o que ocasionou o acidente”, afirmou o tenente Alexandre Guedes, da Polícia Militar, à CNN. “É o maior acidente do ano, com vítimas fatais, próximo ao Paraná. Seriam funcionários de uma empresa de jeans, não temos a quantidade exata de pessoas que estavam dentro do ônibus”.

Frente de ônibus ficou destruída após acidente no interior de São Paulo
Foto: CNN Brasil (25.nov.2020)


(Publicado por: Marina Motomura)