Estudante com sintoma da Covid-19 deve perder vestibular; veja como se proteger

Fuvest, Unicamp e Inep, responsável pelo Enem, informaram que quem não estiver usando máscara corretamente ou se recusar a usá-la será eliminado do exame

Da CNN
16 de dezembro de 2020 às 08:30 | Atualizado 16 de dezembro de 2020 às 14:11


Com a pandemia de Covid-19, instituições de ensino se preparam para a realização dos vestibulares conforme os protocolos de segurança estabelecidos.

A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) informaram, por exemplo, que os estudantes que não estiverem usando máscara da forma correta ou que se recusarem a cumprir os protocolos de proteção serão eliminados do exame.

Além disso, as instituições disseram que os alunos que apresentarem sintomas não devem se dirigir aos locais de prova.

Confira abaixo as determinações de cada um desses vestibulares.

Estudantes durante a prova do vestibular da Fuvest
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Fuvest

Data: 10 de janeiro de 2021 (primeira fase)

Medidas:

• Uso obrigatório de máscara facial (cobrindo boca e nariz) durante todo o exame, desde a entrada no local de aplicação da prova. Quem não cumprir a determinação poderá ser desclassificado.

• Recomenda-se que os alunos levem uma máscara extra para o caso de necessidade de troca durante o exame. A Fuvest fornecerá um envelope para que a máscara usada seja guardada.

• Manutenção do distanciamento adequado (1,5 m) entre os candidatos.

• Orientação de entrada imediata na sala de aplicação para evitar aglomerações nos corredores antes do início da prova.

• Ocupação máxima de 40% das salas de aplicação de prova.

• Alimentação sólida deverá ser realizada fora da sala de aplicação do exame, em local indicado pelo fiscal. Não haverá tempo extra para isso.

• Utilização de sachê de álcool 70% para higienização da mesa do candidato (fornecido pela Fuvest).

• Fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs) aos colaboradores da Fuvest – máscara, protetores faciais e luvas.

• Aplicação de medidas de higiene rigorosas e monitoramento das condições de saúde dos colaboradores da Fuvest durante impressão e embalagem das provas.

Antes da prova:

• Para os que forem utilizar o transporte público para chegar ao local de prova, pede-se aos alunos que utilizem máscara o tempo todo, cobrindo boca e nariz; evitem encostar em qualquer objeto não pessoal; higienizem as mãos com álcool em gel, principalmente após o pagamento da passagem; mantenham o distanciamento de 1,5 m das outras pessoas sempre que possível, e mantenham as janelas do ônibus abertas sempre que possível.

• Quem puder, deve dar preferência aos transportes individuais, como carro, táxi ou carros de aplicativo.

• Os alunos que tiverem diagnóstico confirmado para a Covid-19 a partir do dia 1º de janeiro de 2021, estejam com suspeita da doença ou tenham parente ou pessoa próxima no mesmo domicílio com diagnóstico positivo (com último contato feito após 1º de janeiro de 2021) não devem comparecer ao local de prova.

• Evitar aglomerações. Os portões serão abertos às 12h. Ao chegar à escola, os estudantes devem se dirigir imediatamente à sala de aula e evitar permanecer nos corredores.

• Será permitida ir ao banheiro, mas os estudantes devem evitá-lo se houver outras pessoas no local.

• Não será permitida a entrada de acompanhantes no local de aplicação das provas, exceto sob recomendação médica e com prévia aprovação da Fuvest.

Ao chegar na sala de aula:

• O aluno deverá se identificar, mostrando o documento oficial com foto para o fiscal à distância.

• Depois, deverá buscar a carteira destinada a ele, evitando transitar pela sala quando não houver necessidade.

Higienizar a mesa onde fará a prova com o álcool fornecido pela Fuvest e jogar o pano utilizado no lixo. Também haverá na sala álcool em gel para o candidato higienizar as mãos.

• Durante o exame, um fiscal da Fuvest passará na sala com um tablet para fazer o reconhecimento facial dos candidatos. Quando ele chegar à carteira do aluno, este deverá tirar a máscara (sem tocar na parte da frente), olhar para o tablet e, após concluir o processo, colocar a máscara novamente. O fiscal fornecerá álcool em gel imediatamente após o procedimento para higienização das mãos. Somente um candidato por vez poderá retirar a máscara.

• Não será permitido se alimentar dentro da sala de prova. Se o estudante quiser comer, deverá pedir permissão ao fiscal e se dirigir a um local estabelecido pela coordenação da escola. O tempo gasto com a alimentação não será resposto.

• O aluno poderá ir ao banheiro durante a prova, mas deverá pedir permissão ao fiscal e jamais tirar a máscara. Só será possível deixar a sala de exame definitivamente após as 16h.

Enem

Data: 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) / 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital)

Prova do Enem
Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil

Medidas:

• Não será permitido entrar no local de provas após o fechamento dos portões e sem máscara.

• Recomenda-se que o estudante leve uma máscara extra para o caso de necessidade de troca durante o exame. A máscara usada deverá ser descartada no lixo.

• Quem chegar sem um documento válido ou sem máscara deverá aguardar do lado de fora do local de aplicação de prova até que algum parente ou conhecido entregue esses itens a ele.

• Durante a identificação, o aluno deverá higienizar as mãos com álcool em gel próprio ou fornecido pelo aplicador, antes de entrar na sala de provas.

• O estudante poderá ir ao banheiro durante a prova, mas deverá ser acompanhado pelo fiscal e respeitar a distância prevista nos protocolos de proteção. As mãos deverão ser higienizadas ao entrar e sair do banheiro.

• Quem não utilizar a máscara cobrindo totalmente o nariz e a boca, desde a entrada até a saída do local de prova, ou se recusar injustificadamente a respeitar os protocolos de proteção, a qualquer momento, será eliminado do exame, exceto para os casos previstos na Lei nº 14.019, de 2020.

• Será permitido comer na sala de aplicação de prova, desde que sem tocar na parte frontal da máscara. Em seguida, o aluno deverá higienizar as mãos com álcool em gel.

Unicamp

Data: 6 e 7 de janeiro de 2021 (primeira fase)

Campus da Unicamp
Foto: Divulgação / Thomaz Marostegan - Unicamp

Medidas:

• Todos os protocolos de segurança deverão ser cumpridos no acesso ao prédio, nas salas de aplicação de prova e demais dependências do local. Quem descumprir as determinações não poderá dar continuidade ao exame e será desclassificado.

• Haverá mais salas de aula com menos candidatos em cada uma.

• O acesso aos banheiros será mais controlado para tentar manter o distanciamento entre as pessoas.

• Quem estiver sem máscara será orientado a colocá-la corretamente. Se o aluno persistir na conduta inadequada, poderá ser desclassificado.

• O candidato poderá beber água e se alimentar na sala de aplicação de prova, desde que mantendo o distanciamento.

• Não poderá haver aglomeração no corredor ou espaço de alimentação.

• A medição de temperatura não será uma norma obrigatória. No entanto, haverá termômetros para uso eventual em caso de necessidade.

• Recomenda-se que o estudante leve uma máscara extra para o caso de necessidade de troca durante o exame. Além disso, ele deve levar o próprio álcool em gel, mas o produto também será disponibilizado nas salas, caso necessário.

• Os candidatos devem levar um recipiente para acondicionamento e/ou descarte da máscara usada, para que não seja descartada na área comum.

• Quem estiver com suspeita de Covid-19 não deve sair de casa para fazer a prova.