Polícia Federal prende um dos maiores doleiros do país

Caio Junqueira
Por Caio Junqueira, CNN  
18 de dezembro de 2020 às 14:18 | Atualizado 18 de dezembro de 2020 às 21:04


 

A Polícia Federal do Rio de Janeiro prendeu nesta sexta-feira o doleiro Chaaya Moghrabi, conhecido como Yasha. Ele é considerado pelos investigadores um dos cinco maiores doleiros do país. A operação foi feita em conjunto com o Ministério Público Federal do Rio.

O mandado foi expedido pela juíza da 7ª Vara Criminal do Rio Caroline Vieira Figueiredo para ser expedido na residência de Yasha no bairro de Santa Cecília, em São Paulo. Como ele não estava lá, a inteligência da PF acabou o localizando em um condomínio de luxo em Angra dos Reis.

Em abril de 2019 ele já havia sido preso no Uruguai, mas depois fugiu. Ele é suspeito de praticar crimes de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e crime contra o sistema financeiro.

Leia também

Quase R$ 2 bilhões: relembre operações da PF contra desvios na pandemia

Tudo sobre Polícia Federal

Chaaya já tinha tido a prisão decretada na operação Câmbio, Desligo, a mesma que investigou e depois levou à prisão do doleiro Dario Messer. Segundo os investigadores, Chaaya tinha offshores em outros países para as quais fazia a remessa ilegal de valores a partir de contas bancárias no Brasil e no exterior. A estimativa é que ele tenha movimentado entre 2011 e 2017 cerca de US$ 239,75 milhões.

Em novembro, dezenas de joias que estavam escondidas na sanca de gesso do teto de um imóvel da família de Chaaya foram apreendidas por agentes do Ministério Público Federal e da Polícia Federal .