Autoridades de saúde defendem vacinação acima da política em campanha da CNN

Da CNN, em São Paulo
08 de janeiro de 2021 às 17:11 | Atualizado 08 de janeiro de 2021 às 18:20


A CNN estreia nesta sexta-feira (8) a segunda fase da campanha em defesa da vacinação urgente contra a Covid-19 no Brasil.

Nos vídeos, que serão exibidos antes de todos os intervalos comerciais da emissora, as maiores autoridades em saúde pública do país defendem que a imunização esteja acima de divergências políticas. 

A ação faz parte do CNN pela Vacina, campanha lançada em 24 de dezembro e divulgada nas plataformas da CNN, TV, site e redes sociais. 

Leia também:

Veja quais países iniciaram a vacinação contra a Covid-19; Brasil está fora

Ao redor do mundo, 50 países já iniciaram a vacinação e mais de 14 milhões de doses de vacinas já foram aplicadas.

Reino Unido, Alemanha, Canadá e China, entre outros, assinaram acordos com laboratórios desde julho e começaram a vacinar no final de 2020. Os Estados Unidos já imunizaram 4,8 milhões de pessoas. Israel deve vacinar o país inteiro até a metade do ano. Palestinos da Cisjordânia e na Faixa de Gaza também serão incluídos.

Até o momento, o Brasil ainda não tem data para o início da vacinação.

A CNN continua a acompanhar o andamento da imunização em todo o mundo na programação, redes sociais e pela hashtag #CNNpelaVacina.

CNN pela Vacina
Campanha CNN pela Vacina
Foto: CNN Brasil