MEC vai recorrer contra suspensão do Enem no Amazonas, afirma ministro


Basília Rodrigues
Por Basília Rodrigues, CNN  
14 de janeiro de 2021 às 08:06 | Atualizado 14 de janeiro de 2021 às 09:32


O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou à CNN que vai recorrer da decisão que suspendeu a realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), no Amazonas, por causa do coronavírus.

A intenção, de acordo com o ministro, é obter o mesmo entendimento da Justiça Federal de São Paulo, que nesta semana confirmou a realização das provas.

Aplicativo do Enem, Exame Nacional do Ensino Médio

Aplicativo do Enem, Exame Nacional do Ensino Médio
Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

Nesta quarta-feira, o juiz federal no Amazonas Ricardo de Sales suspendeu o Enem sob o argumento de que as provas não devem ser aplicadas enquanto os amazonenses estiverem sob estado de calamidade pública. Na decisão, o juiz cita o número de casos e mortes, em decorrência da Covid-19.

Em defesa da data prevista para o Exame, o ministro da Educação afirma que houve reforço, em todo país, dos cuidados de biosegurança para evitar o contágio entre os participantes da prova.

Em entrevista à CNN, Ribeiro atribuiu as queixas de quem quer adiar a prova a uma "minoria barulhenta".

 

Ribeiro estará reunido nesta tarde com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. Entre os assuntos, o Enem. A prova está marcada para os dias 17 e 24 de janeiro.