Oito regiões regridem de fase no Plano SP nesta sexta; veja quais

Governo anunciará mudanças nas regiões de Marília, Bauru, Araçatuba, São José do Rio Preto, Piracicaba e Taubaté

Tainá Falcão, da CNN, em São Paulo
15 de janeiro de 2021 às 10:55 | Atualizado 16 de janeiro de 2021 às 12:09


 

Oito regiões do estado de São Paulo regrediram de fase em uma nova atualização do Plano SP, de reabertura da economia diante da pandemia de Covid-19, a ser anunciada nesta sexta-feira (15). Não haverá alteração na capital paulista.

Os municípios da região de Marília, que atualmente está na fase laranja, irão para a vermelha. Já as regiões de Bauru, Araçatuba, São José do Rio Preto, Piracicaba e Taubaté, atualmente na fase amarela, receberão classificação laranja. 

As autoridades do estado também decidiram alterar a classificação das regiões de Ribeirão Preto e Franca, que passarão da fase amarela para a laranja. Ao todo, oito regiões serão reclassificadas nesta atualização.

Esta reclassificação estava prevista para acontecer só em fevereiro, mas foi adiantada para hoje em razão do aumento do número de casos e mortes por Covid-19 no estado, além do aumento da ocupação de leitos de UTI destinados ao tratamento da doença.

Desde o dia 12 de janeiro, a o número de novos casos confirmados diariamente está acima de 10 mil -na quinta-feira, a taxa foi de 13.710 novas infecções. Nos últimos 14 dias, o número de pacientes internados com Covid-19 em UTIs no estado cresceu 20,5%.

A fase vermelha determina o fechamento de shoppings, bares, comércio de rua, academias, restaurantes, concessionárias, escritórios e salões de beleza, além de impedir a a realização de eventos culturais. Nesta fase, apenas os serviços essenciais podem funcionar.

Já a fase laranja permite, com restrições, o funcionamento de todos os setores, com a exceção de bares. A capacidade de ocupação dos locais é de 40% e o horário de funcionamento permitido é de oito horas diárias.