Abrasel: governo prometeu medidas para bares e restaurantes em até 15 dias

Presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes garantiu que o governo virá com soluções nos próximos 15 dias para o setor

Da CNN, em São Paulo
27 de janeiro de 2021 às 22:22 | Atualizado 27 de janeiro de 2021 às 22:34

 

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, esteve nesta quarta-feira (27) com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir a situação do setor em meio ao agravamento da pandemia no país e a retomada de medidas de restrição em diversas cidades.

Em entrevista à CNN, Solmucci afirmou que o momento é delicado para bares e restaurantes, pois as medidas tomadas em 2020 para ajudar o setor terminaram na virada do ano e, até o momento, o governo não apresentou novas ações.

Apesar do quadro problemático, Solmucci garante que o governo virá com soluções nos próximos 15 dias.


“As políticas de apoio do setor se encerraram, como a redução da jornada de trabalho, a suspensão de contratos e a carência para pagar impostos. O presidente e Paulo Guedes entenderam a urgência e prometeram resolver o problema em 15 dias,” disse o presidente da Abrasel.

“Ele [Bolsonaro] entendeu que o setor pode colapsar e Guedes já estava estudando a questão e tem soluções endereçadas. Não estamos partindo do zero", disse Solmucci.

Funcionário prepara fechamento de restaurante em Paris
Funcionário prepara fechamento de restaurante em Paris pouco antes do toque de recolher para conter Covid-19
Foto: Charles Platiau/Reuters (17.out.2020)

(Publicado por Daniel Fernandes)