Policiais terão treinamento psicológico após alta de adoecimento mental

O conteúdo tem carga horária de 24 horas/aula pela metodologia de Ensino a Distância (EaD)

Agência Brasil
30 de janeiro de 2021 às 07:00
Mulher reage ao lado de corpo durante operação policial no complexo São Carlos, no Rio de Janeiro
Foto: Ricardo Moraes/Reuters (27.ago.2020)

O Ministério da Justiça e Segurança Pública está oferecendo o curso "Psicologia das emergências e desastres", com o objetivo de preparar psicologicamente os profissionais de segurança pública para atuarem em situações de emergências e desastres, tanto no apoio às vítimas quanto a seus familiares, bem como para que esses profissionais aprendam a suportar os desafios e o estresse da atividade.  

Segundo a pasta, o curso surgiu a partir de um aumento significativo de policiais e profissionais de segurança pública que precisaram se afastar de suas atividades laborais devido a problemas relacionados ao adoecimento mental. 

O conteúdo tem carga horária de 24 horas/aula pela metodologia de Ensino a Distância (EaD).

Serão quatro módulos que vão abordar as fases de um desastre, os transtornos mentais associados a esses eventos, o emprego do método de triagem Start (Simple triage and rapid treatment, triagem e tratamento rápido, em inglês) em emergências com múltiplas vítimas, além da utilização de meios e suportes que auxiliem as vítimas física e psicologicamente. 

Os interessados em participar da capacitação devem, de acordo com informações repassadas pelo ministério, se cadastrar na plataforma Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp) para, em seguida, acessar a Rede EaD-Segen e realizar a inscrição.

Para quem já é cadastrado no sistema, basta entrar no portal com login e senha. As inscrições estão abertas e o curso ficará disponível na plataforma durante todo o ano.