RJ: grupo é retirado de praia após desrespeitar restrições em vigor

Dezenas de frequentadores tentavam burlar as proibições estabelecidas pelo novo decreto da prefeitura que veta a permanência na areia e o banho de mar

Thayana Araújo e Iuri Corsini, da CNN, no Rio de Janeiro
20 de março de 2021 às 19:29
Grupo de pessoas que estavam na praia Pequena, em São Conrado
Praia Pequena, em São Conrado, neste sábado (20)
Foto: Seop RJ

Dezenas de pessoas foram forçadas a deixar as areias da praia Pequena, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, após terem sido flagradas por agentes da secretaria de Ordem Pública (Seop), na tarde deste sábado (20).

Os frequentadores tentavam burlar as proibições estabelecidas pelo novo decreto da prefeitura que veta a permanência na areia das praias.

Apesar de algumas resistências, as areias vazias deste sábado contrastam com o que estava sendo visto na maioria das praias, que ficavam lotadas nos finais de semana.

Copacabana, Ipanema, Barra da Tijuca e Recreio ficaram praticamente vazios neste primeiro dia de decreto. Vale lembrar que além de permanecer da areia, o banho de mar também está proibido. 

A fiscalização nas praias e na orla começou à meia noite deste sábado, cumprindo determinação do decreto 48.641, que vigora até segunda-feira (22).

Praia de Copacabana vista vazia neste sábado (20)
Foto: MICHEL FILHO/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Este decreto estipulou a proibição da permanência de pessoas nas areias, a prática de esportes e o banho de mar em qualquer horário, inclusive com a proibição de atividades econômicas como a atuação de ambulantes.

Além destas proibições, também estão vetados os estacionamentos de veículos ao longo da orla carioca, e foram implantadas barreiras para impedir o acesso às praias de Grumari, Prainha e Barra de Guaratiba. 

Segundo a Secretária Municipal de Ordem Pública (Seop), apenas no período entre 00h e 07h de hoje, foram aplicadas 429 multas a veículos estacionados de forma irregular.