Mortes no Rio reacendem discussão sobre operações policiais durante a pandemia

Da CNN, em São Paulo
13 de maio de 2021 às 04:30

A incursão policial que acabou em 28 mortes no Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro, abriu de novo as discussões sobre as operações policiais durante a pandemia, proibidas no estado por uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de junho do ano passado. Às vésperas desse veto, o Rio tinha acabado de atravessar, na época, a operação mais letal da última década, que deixou 12 mortos no Complexo do Alemão, e chorava a morte do menino João Pedro, de 14 anos, morto dentro de casa com um tiro no peito.

Apesar de reduzir o número de operações nas comunidades do Rio durante o primeiro ano de pandemia, a decisão do STF não foi capaz de impedir a operação no Jacarezinho na semana passada, que se tornou a mais letal na história do estado.

Neste episódio do E Tem Mais, Monalisa Perrone fala sobre os resultados das  operações e sobre as limitações da decisão de 2020 do ministro Edson Fachin, do STF. Em uma entrevista à CNN, o delegado Rodrigo Oliveira, subsecretário de Planejamento e Integração Operacional da Polícia Civil do Rio de Janeiro, defende a ação policial no Jacarezinho e descreve as circunstâncias que acabam contribuindo para o enfrentamento com suspeitos.

Quem também participa do episódio é o advogado Wallace Corbo, professor de direito constitucional da Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro. Ele comenta as implicações políticas da decisão do STF no ano passado e analisa a efetividade de ações como a ocorrida na favela do Jacarezinho.

Conheça os podcasts da CNN Brasil:

CNN Mundo

Entre Vozes

5 Fatos

E Tem Mais

Abertura de Mercado

Horário de Brasília

Na Palma da Mari

O Que Eu Faço?

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.

Podcast E Tem Mais, com Monalisa Perrone
Podcast E Tem Mais é publicado de segunda a sexta, sempre no início da manhã
Foto: CNN Brasil