Qual o momento adequado de vacinar crianças e adolescentes contra Covid-19

Da CNN, em São Paulo
23 de junho de 2021 às 04:30

Bastou que a Anvisa liberasse a aplicação da vacina da Pfizer contra Covid-19 para adolescentes, a partir de 12 anos de idade, para que o município de Betim, em Minas Gerais, decidisse vacinar essa faixa etária antes mesmo de concluir a vacinação de pessoas entre 40 e 50 anos – que agora encabeçam as estatísticas de mortes pela doença. A decisão, que acabou suspensa pela Justiça mineira, abriu um debate sobre a vacinação de crianças e adolescentes contra a Covid-19 não só em um contexto brasileiro, mas mundial. A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que mesmo os países que já imunizaram a população adulta considerem a doação de doses para nações mais pobres antes de vacinarem suas crianças e adolescentes.

Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira recebe dois infectologistas para debater os riscos da imunização de crianças contra a Covid-19 no momento atual da pandemia no Brasil. Na primeira parte do episódio, a infectologista e imunologista Glória Teixeira, professora na Universidade Federal da Bahia (UFBA), comenta a situação de um grupo específico: crianças com comorbidades ou com deficiências. O infectologista e pediatra Marcelo Otsuka, coordenador do Comitê de Infectologia Pediátrica da Sociedade Brasileira de Infectologia, também fala sobre a volta às aulas no contexto de crianças e adolescentes não imunizados.

Conheça os podcasts da CNN Brasil:

E Tem Mais

Abertura de Mercado

Horário de Brasília

CNN Mundo

Alma do Negócio

Entre Vozes

5 Fatos

Na Palma da Mari

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.

Podcast E Tem Mais é publicado de segunda a sexta, sempre no início da manhã
Foto: CNN Brasil