Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Aeronautas recusam acordo das empresas e greve deve continuar nesta sexta (23)

    Sindicato convoca os trabalhadores associados para paralisação em diversas cidades

    Beatriz Araújoda CNN

    em São Paulo

    O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) recusou uma nova proposta de negociação salarial para encerrar a greve da categoria, em assembleia que ocorreu na quinta-feira (22). A paralisação deve continuar nesta sexta-feira (23).

    Em votação realizada online, os trabalhadores da aviação regular rejeitaram a proposta para renovação da Convenção Coletiva de Trabalho 2022/23, com 59.25% de votos contrários, 40.02% de votos favoráveis e 0.73% de abstenções. Segundo o Sindicato, 5884 votantes participaram da deliberação.

    O acordo proposto previa recompor a inflação no piso salarial dos pilotos e comissários de voo e foi intermediado pelo ministro Aloysio Corrêa da Veiga do Tribunal Superior do Trabalho (TST), junto ao SNA, que representa os trabalhadores do setor, e o Snea, sindicado das companhias aéreas.

    Em nota publicada, o SNA convocou os trabalhadores associados da aviação regular para a continuidade da greve, que será realizada nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos, Viracopos, Galeão, Santos Dumont, Porto Alegre, Confins, Brasília e Fortaleza, das 6h às 8h.