Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Aluna da USP suspeita de golpe nunca gerou desconfiança entre colegas, diz delegada

    Em uma coletiva de imprensa, a delegada do caso afirmou que em depoimento, os alunos disseram que Alicia era uma estudante dedicada e que nunca levantou suspeita de desvio de dinheiro

    A estudante de medicina da USP, Alicia Dudy Muller Veiga, de 25 anos, é acusada pelos colegas de classe de ter desviado quase R$ 1 milhão da comissão de formatura.
    A estudante de medicina da USP, Alicia Dudy Muller Veiga, de 25 anos, é acusada pelos colegas de classe de ter desviado quase R$ 1 milhão da comissão de formatura. Poliedro / Reprodução

    Adriana De Lucada CNN

    São Paulo

    A delegada-titular da 16ª DP (Vila Clementino), Zuleika Gonzalez Araújo, em São Paulo, que investiga o caso de Alicia Muller, aluna da USP suspeita de golpe de desviar quase R$ 1 milhão do fundo da comissão de formatura de alunos da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), que ela nunca levantou suspeita entre os demais estudantes. A estudante de 25 anos deve prestar depoimento nos próximos dias.

    Nesta quarta-feira (18), duas testemunhas e duas vítimas foram ouvidas pela polícia e relataram que Alicia era uma aluna dedicada, de origem humilde, que batalhou para entrar na faculdade. A turma foi pega de surpresa com a notícia do desvio do dinheiro.

    Segundo a delegada, os alunos pagavam R$ 12 mil por ano para o fundo e quem declarava ser de baixa renda, pagava a metade, R$ 6 mil. Alicia estava nesta segunda categoria de alunos.

    De acordo com a investigação, Alicia fez três saques do fundo, um de R$ 600 mil e outros dois de R$ 150 mil cada. A estudante avisou os colegas que fez as transferências e disse que perdeu o dinheiro em um investimento. Assim que souberem, os alunos registraram a queixa na polícia.

    Alicia está sendo investigada por apropriação indébita e lavagem de dinheiro.

    Os representantes da empresa responsável pela formatura também estão sendo ouvidos. A polícia ainda investiga se houve a participação de outras pessoas no caso.

    Em entrevista à CNN, Alicia diz que perdeu todo o dinheiro da festa em apostas na loteria.

    Via WhatsApp ela falou que, depois de um investimento “que não deu certo”, ela tentou reaver o dinheiro da formatura através de apostas da Lotofácil – uma modalidade de loteria da Caixa Econômica Federal. Ela não detalhou quanto dinheiro investiu nessas apostas.

    Alicia disse, que apesar de ter ganho alguns jogos, nunca conseguiu acertar todos os 15 números que dão direito ao prêmio principal.