Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Apenas 5% dos estudantes do Ensino Médio da rede pública têm aprendizado adequado em matemática

    Percentual está abaixo de 2% em 4 estados; dados são do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2021

    Daniela Mallmannda CNN

    em Belo Horizonte

    Levantamento do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2021 mostra que somente 5% dos estudantes do Ensino Médio da rede pública têm aprendizado considerado adequado em matemática. Em 2019, eram 7%.

    Em quatro estados, o índice de alunos prestes a concluir a Educação Básica na rede pública, e com aprendizado considerado adequado em matemática, não chega a 2% e não há nenhum estado do país que o indicador se destaque. O Espírito Santo, com apenas 11,2%, é o que possui o percentual mais alto para a etapa.

    Língua Portuguesa apresenta uma situação melhor, mas os números, ainda assim, estão longe do almejado: 31,3% dos alunos do Ensino Médio da rede pública têm aprendizado adequado na disciplina. Em 2019, eles somavam 34%.

    Os dado foram tabulados pelo Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede) e estão disponíveis na plataforma QEdu.

    Os resultados deficientes em matemática começam já nos anos iniciais do Ensino Fundamental, quando 36,7% dos estudantes da rede pública têm aprendizado adequado na disciplina. Houve uma queda importante em relação a 2019, quando o índice era quase 10 pontos percentuais maior: 47%.

    Nos anos finais, o percentual, que já não era alto, cai significativamente e chega a 15,3% – em 2019, eram 18%.

    A pandemia de Covid-19, que deixou as escolas sem aulas presenciais por um longo período em 2020 e 2021, agravou a situação.

    Uma das hipóteses para essa queda maior nos anos iniciais em comparação ao cenário de pré-pandemia é a dificuldade de se ensinar a disciplina de forma remota, além da dificuldade por parte das famílias de dar suporte aos filhos.