Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Após enchentes, Mercado Público de Porto Alegre reabrirá nesta sexta (14)

    Retomada foi discutida entre os representantes dos permissionários e da Secretaria Municipal de Administração e Patrimônio (SMAP) na tarde desta segunda-feira (10)

    Interior do Mercado Público de Porto Alegre após ações de limpeza
    Interior do Mercado Público de Porto Alegre após ações de limpeza Divugação/SMAP

    Julia Fariasda CNN*

    O Mercado Público de Porto Alegre retornara às atividades na próxima sexta-feira (14) após suspensão desde o início do mês de maio deste ano, com o ápice das fortes chuvas que atingiram o estado.

    A decisão pela retomada, que será feita de forma gradual, foi discutida entre os representantes dos permissionários e da Secretaria Municipal de Administração e Patrimônio (SMAP) na tarde desta segunda-feira (10). A reunião definiu o cronograma de abertura que compõe o complexo Mercado Público.

    Nesta sexta-feira (14), restaurantes do segundo piso terão funcionamento com horário reduzido (entre 10h às 15h) e lojas com acesso direto para a rua voltarão a funcionar entre 8h e 19h com acesso apenas pela Avenida Borges de Medeiros, uma vez que alguns estabelecimentos ainda estão em processo de reforma.

    A medida, portanto, é uma maneira para garantir a melhor circulação dos visitantes e dos funcionários. No entanto, algumas atividades permanecem suspensas.

    As bancas voltadas para a Avenida Júlio de Castilhos, por exemplo, não retornarão às atividade, porque a Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensurb) não concluiu a retirada do lixo e da água acumulada na Estação Mercado.

    Ainda nesta terça (11) e quarta-feira (12), as lojas internas do mercado serão dedetizadas e na quinta-feira (13), o local receberá a visita de agentes da Vigilância Sanitária com o objetivo de assegurar boas condições dos estabelecimentos para que as atividades sejam retomadas adequadamente.

    Na próxima terça-feira (18), as lojas internas do andar térreo devem reabrir, mesmo que a maioria delas permaneça fechada já que ainda estão em processo de reforma. Conforme o secretário de Administração e Patrimônio, André Barbosa, essa reabertura depende diretamente do cronograma de reconstrução de cada estabelecimento.

    O Mercado, que está fechado desde o dia 3 de maio e será reaberto 41 dias após a enchente que atingiu o Rio Grande do Sul, retoma a maioria das atividades a partir da próxima terça-feira (18).

    As bancas e lojas que ainda necessitarem de reforma, voltam a funcionar no horário do regulamento, já aplicado antes da enchente (após às 19h).

    De acordo com a SMAP, o pagamento dos permissionários seguirá suspenso, independente da abertura das lojas, em função de acordo já firmado com a prefeitura.

    *Sob supervisão de Bruno Laforé