Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cardeal Dom Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo, morre aos 87 anos

    Arcebispo emérito de São Paulo morreu por causa de um câncer de pulmão

    Lucas RochaAndré Rigueda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    O cardeal Dom Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo, morreu nesta segunda-feira (4) aos 87 anos por causa de um câncer no pulmão.

    O corpo será velado na Catedral Metropolitana de São Paulo.

    Nascido em Montenegro (RS), em 1934, Hummes entrou para a vida religiosa da Ordem Franciscana dos Frades Menores, recebeu a ordenação sacerdotal em 1958 e a ordenação episcopal em 1975. Em Roma estudou filosofia e especializou-se em ecumenismo no Bossey Institute em Genebra; foi professor, reitor, teólogo e bispo.

    Foi bispo diocesano de Santo André (SP), arcebispo de Fortaleza e arcebispo de São Paulo.

    Em Santo André, se destacou pela defesa dos trabalhadores, pelo apoio aos sindicatos e por participar de greves como bispo encarregado da Pastoral Operária em todo o Brasil.

    Em 1996 foi nomeado arcebispo de Fortaleza, no Ceará. Durante seus dois anos de ministério foi responsável pela família e cultura na Conferência Episcopal Brasileira em Brasília. Além de participar da organização do II Encontro Mundial das Famílias com o Papa, realizado no Rio de Janeiro em 1997.

    Dom Cláudio Hummes tornou-se cardeal da Igreja Católica em 2001 / Foto: Luciney Martins

    Em fevereiro de 2001, Hummes tornou-se cardeal pelo Papa João Paulo II. Participou do conclave em abril de 2005 que elegeu Joseph Ratzinger. No ano seguinte, Bento XVI o nomeou prefeito da Congregação para o Clero, em sucessão ao cardeal Darío Castrillón Hoyos.

    De 2006 a 2011 trabalhou ao lado do Papa Bento XVI em Roma, como Prefeito da Congregação para o Clero. De volta ao Brasil, ocupou a função de Presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia, da CNBB, e da recém criada Conferência Eclesial da Amazônia (CEAMA).

    Mais Recentes da CNN