Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Armamento furtado de Batalhão em Santos é encontrado em casa de PM

    Segundo a SSP, policial militar feminina, que não teve identidade revelada, é alvo de inquérito e está afastada

    6º Batalhão da Polícia Militar do Interior, em Santos, que teve armamentos furtados.
    6º Batalhão da Polícia Militar do Interior, em Santos, que teve armamentos furtados. - Reprodução: Google Street View

    Rafael Villarroelda CNN*

    São Paulo

    Um dos armamentos que desapareceram do 6º Batalhão da Polícia Militar do Interior, no bairro do Gonzaga, em Santos, foi encontrada na casa de uma policial feminina que não teve a identidade revelada. Os armamentos desapareceram no último domingo (5).

    A Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgou a informação nesta quarta-feira (8).

    Segundo a pasta, diligências seguem para encontrar o restante do material furtado e para esclarecer os fatos.

    Entre o material furtado estão cerca de 200 munições, diversos carregadores e outros acessórios de proteção individual, que ficavam guardados em um dos armários instalados em um alojamento.

    A sede do 6ºBPM foi um dos locais que abrigou PMs vindos da capital e do interior paulista durante a Operação Escudo — realizada entre julho e setembro de 2023, que resultou na morte de 28 pessoas durante supostos confrontos — e da Operação Verão, entre fevereiro e abril de 2024, que terminou com 56 mortos.

    As operações ocorreram após as mortes dos soldados da Rota Patrick Bastos Reis, que tinha 30 anos, em julho, enquanto patrulhava na periferia do Guarujá, também na Baixada Santista, e de Samuel Wesley Cosmo, 35, morto durante patrulhamento em uma favela no bairro Bom Retiro, em Santos. Cosmo chegou a ser socorrido para a Santa Casa de Santos, mas morreu no local.

    (*Sob supervisão de Felipe Andrade)