Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ataque de onças provoca a morte de 172 flamingos em parque de Foz do Iguaçu (PR)

    Somente quatro aves sobreviveram ao ataque na madrugada

    Flamingo africano que vivia no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu (PR)
    Flamingo africano que vivia no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu (PR) Parque das Aves

    Da CNN Brasil

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    Um ataque de duas onças-pintadas na madrugada desta terça-feira (9) provocou a morte de quase todos os flamingos da colônia mantida no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

    Das 176 aves, somente quatro escaparam com vida. Câmeras de monitoramento registraram a entrada das onças no recinto.

    “Estamos todos desolados com a situação. Nosso time conviveu diariamente com cada um dos animais trabalhando incansavelmente para oferecer sempre os melhores cuidados. Mas também temos ciência de que estamos em meio à floresta, um ambiente natural e povoado de vida silvestre. Essa fatalidade foi um evento inesperado”, afirmou Paloma Bosso, diretora técnica do Parque das Aves.

    “Aula de caça”

    As onças seriam uma fêmea e seu filhote e estariam em fase de caça, segundo Yara Barros, coordenadora-executiva do Projeto Onças do Iguaçu.

    “Em grandes felinos, é comum que a fêmea ensine os seus filhotes a caçar, antes que se tornem completamente independentes. Todas as medidas de segurança para evitar ataques já tinham sido tomadas, com nossa orientação e supervisão, mas como animais silvestres podem ter hábitos não previsíveis, o evento foi inesperado e o primeiro a acontecer nos mais de 27 anos de existência do Parque das Aves”, disse Yara.

    “O entorno do recinto dos flamingos tem luzes que piscam de forma intermitente, que se mostram mais eficientes do que luzes fixas para manter grandes felinos afastados. Além disso, existem armadilhas fotográficas instaladas em pontos estratégicos para monitoramento constante da fauna silvestre que circula no entorno. Até esse incidente, nunca foram registrados grandes felinos nas proximidades”, acrescentou.

    A família proprietária do parque declarou luto por três dias, e ele permanecerá fechado até quinta-feira (11), com previsão de reabertura na sexta-feira (12) pela manhã.

    Aves africanas estavam no parque havia 26 anos

    O Parque das Aves foi construído pela família Croukamp em meio à Mata Atlântica e existe há quase três décadas.

    Em 1995, chegaram 16 flamingos africanos resgatados de uma salina localizada entre a África do Sul e Botswana. Eles deram início à colônia que viveu no Parque desde então.

    Em 2001, o parque celebrou o nascimento do primeiro filhote de flamingos na instituição. A colônia tinha flamingos chilenos e africanos.

    (Publicado por Wellington Ramalhoso)

    Mais Recentes da CNN