Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bombeiros ampliam buscas por menino desaparecido na praia da Barra (RJ)

    Edson Davi, de 6 anos, está desaparecido há 18 dias; polícia acredita que menino tenha se afogado

    Edson Davi foi visto pela última vez na praia da Barra da Tijuca, na quinta-feira (4)
    Edson Davi foi visto pela última vez na praia da Barra da Tijuca, na quinta-feira (4) Reprodução/Redes sociais

    Rafaela Cascardoda CNN

    O Corpo de Bombeiros do Rio ampliou as buscas pelo menino Edson Davi Almeida, de 6 anos, que desapareceu no último dia 4, no posto 4 da praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

    Segundo o porta-voz dos Bombeiros, major Fábio Contreiras, as buscas ocorrem não só nas praias da Zona Oeste, mas também da Zona Sul da capital Fluminense. Em Niterói, cidade da Região Metropolitana, os agentes também estão em alerta para o surgimento de qualquer sinal no mar.

    “A corporação vem atuando com uma estratégia de ampliação das buscas, realizando também o emprego de recursos em outras praias da capital. No local do desaparecimento, no posto 4, o posto de comando está mantido. Estamos usando quadriciclos, que fazem a varredura em toda a extensão, tanto da praia da Barra da Tijuca, da Reserva e do Recreio dos Bandeirantes pra verificar o surgimento de algum indício do aparecimento da criança. Além disso, os sobrevoos de aeronave estão mantidos, agora também em todas as praias da Zona Sul, e ampliados até a Restinga da Marambaia. As equipes de mergulhadores do Grupamento Marítimo também continuam sobreaviso para atuar em caso de surgimento de qualquer indício. Além disso, todos os guarda-vidas que trabalham nas praias da capital do Rio de Janeiro e também de Niterói estão alertas para o surgimento de qualquer sinal no mar”, explicou o porta-voz.

    Através das redes sociais, a mãe do menino, Marize Araújo, se manifestou novamente sobre o desaparecimento do filho.

    “É com muita dor e indignação que vejo que cada dia que passa a saudade de você, meu filho, só aumenta e a incerteza do que aconteceu com você cada vez me desespera e me assombra. Mas eu creio que Deus está acima de tudo e vai me dar uma resposta, em nome de Jesus! Eu nunca vou desistir de te encontrar, meu filho. A sua família te espera. Que Deus te proteja e te guarde aonde você estiver agora. O meu amor e o amor e a proteção divina sempre estarão sempre com você”, desabafa Marize.

    A família ainda pede para ver imagens das câmeras de segurança da região no dia do desaparecimento de Edson Davi. Marize participou do podcast “Basta Cast”, apresentado por Leniel Borel, pai do menino Henry Borel, na última quinta-feira (18). Na entrevista, ela reafirmou que acredita na hipótese de sequestro. No entanto, a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) investiga o caso e acredita que o menino se afogou.

    Edson Davi desapareceu no último dia 4. O menino foi levado para a praia pelo pai, Edson Almeida, que tem uma barraca na areia. A família afirma que a criança estava perto do local brincando quando sumiu.