Bombeiros seguem buscas em Paraty após queda de avião bimotor

Uma vítima foi identificada e dois ocupantes do avião seguem desaparecidos; acidente ocorreu na última quarta-feira (24)

Bombeiros continuam buscas por vitimas de queda de avião entre São Paulo e Rio de Janeiro
Bombeiros continuam buscas por vitimas de queda de avião entre São Paulo e Rio de Janeiro Divulgação/Corpo de Bombeiros

Anna Gabriela CostaAna Lícia Soaresda CNN

em São Paulo e no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O Corpo de Bombeiros retomou, na manhã deste sábado (27), as buscas pelos desaparecidos após queda do avião bimotor na região litorânea entre São Paulo e Rio de Janeiro. Mais de 50 militares, de ambos os estados, estão na região costeira de Paraty com aeronaves, embarcações moto aquáticas e mergulhadores trabalhando na operação.

Militares de oito quartéis estão mobilizados nas buscas. Segundo o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro, não há previsão de interrupção da ação. “O Corpo de Bombeiros Rio de Janeiro não desiste nunca”, afirmou.

O bimotor caiu em mar aberto nas proximidades de Ubatuba, litoral de São Paulo, e de Paraty, no Rio de Janeiro. O avião saiu de Campinas (SP) por volta das 20h30 da última quarta (24) e pousaria no aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, às 21h30. A partir das 21h, no entanto, não houve mais contato com os ocupantes.

Segundo o registro da ANAC, o avião não podia operar na função de Táxi Aéreo, porém tinha permissão para voo noturno. A posse da aeronave está no nome do copiloto, José Porfírio. A vistoria estava em dia.

Vítima identificada

Nesta quinta-feira (25), foi identificado no Instituto Médico Legal (IML) de Campo Grande, no Rio de Janeiro, o corpo de Gustavo Carneiro, que pilotava a aeronave. O comandante tinha apenas 27 anos e era natural de Corumbá, em Mato Grosso do Sul.

A vítima foi encontrada durante a operação de buscas às três vítimas da queda do avião bimotor.

Nesta sexta-feira (26), às 05h, a ação conjunta da Força Aérea Brasileira (FAB), Marinha do Brasil e os Corpos de Bombeiros do Rio e São Paulo intensificou as buscas aos outros dois ocupantes do avião.

Eles foram identificados por parentes como José Porfírio, de 20 anos, copiloto do bimotor, e o empresário Sérgio Dias Alves Filho.

*Com informações de Cleber Rodrigues e Beatriz Puente.

Mais Recentes da CNN