Brasil precisa de ‘reengenharia rápida’ do sistema de saúde, diz cardiologista

"Para a gente sobreviver a esse momento e não ter tantas mortes, temos que pensar em soluções a curto prazo", diz Ludhmila Hajjar, professora da USP

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 A ocupação de leitos de UTI no Brasil supera a marca de 80% em 17 estados do e Distrito Federal, enquanto o país bate recordes consecutivos de mortes diárias pela Covid-19. Em São Paulo, estado mais rico do país, hospitais particulares têm taxas de ocupação acima de 90%.

Para a cardiologista Ludhmilla Hajjar, professora da USP, o país precisa conciliar uma coordenação nacional com a compreensão da realidade local de cada região.

“Precisamos de uma reengenharia rápida no nosso sistema de saúde. Isso passa por um querer que tem que ser nacional. Pela dinâmica da pandemia acho que as ações têm que estar coordenadas em uma frente nacional, mas a questão epidemiológica é dinâmica e a melhor maneira de fazer isso é estado por estado”, disse a médica à CNN.

A média argumenta que a solução envolve todas as etapas do processo de atendimento em saúde.

“Para a gente sobreviver a esse momento e não ter tantas mortes, temos que pensar em soluções a curto prazo, que vão desde triagem mais adequadas até a implementação de protocolos de tratamentos mais uniformizados”, disse Ludhmila. 

Publicado por Guilherme Venaglia

Mais Recentes da CNN