Brasileiros endividados, Pazuello antecipa aposentadoria e mais de 21 de fevereiro

Confira o '5 Fatos Tarde', apresentado por Roberta Russo, com as principais notícias de 21 de fevereiro

Lucas Schroederda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O relatório das Nações Unidas que aponta endividamento preocupante entre famílias brasileiras, e o pedido do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para se aposentar oficialmente do Exército estão entre os 5 Fatos da tarde de 21 de fevereiro.

Endividamento no Brasil

Um relatório do programa das Nações Unidas (ONU) para o desenvolvimento mostra um cenário de endividamento preocupante no Brasil. O estudo mostra que sete em cada dez famílias brasileiras se endividaram durante a pandemia, sendo que 43,2% desses núcleos familiares não devem conseguir honrar os compromissos financeiros.

Pazuello antecipa aposentaria do Exército

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello pediu oficialmente ao Exército para se aposentar com o objetivo de abrir caminho para sua candidatura nas eleições deste ano. Procurado pela CNN, o ex-ministro não respondeu. A pessoas próximas, Pazuello afirma querer se candidatar ao Congresso pelo Rio de Janeiro, estado de origem. A tendência é que concorra à Câmara dos Deputados.

Tensão no Leste Europeu

Os Estados Unidos disseram ter informações de que a Rússia mantém uma relação de ucranianos “a serem mortos ou enviados para campos depois de uma ocupação militar”. O jornal Washington Post teve acesso à carta endereçada à chefe de Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet.

Tragédia em Petrópolis

A Polícia Civil do Rio de Janeiro começou hoje um mutirão de coleta de DNA para identificar e localizar pessoas desaparecidas em Petrópolis. Os trabalhos têm apoio do Tribunal de Justiça e Defensoria Pública. Até o momento 171 pessoas morreram e outras 126 seguem desaparecidas.

Austrália reabre fronteiras

A Austrália reabre nesta segunda-feira (21) suas fronteiras para viajantes vacinados. A medida vale para cidadãos, residentes permanentes e pessoas com vistos, incluindo para turismo e viagens de negócios. É a 1ª vez em quase 2 anos que a Austrália reabre totalmente suas fronteiras.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN