Bruno Covas: índices de Covid-19 em São Paulo permitem reabrir outros espaços

O prefeito da capital paulista disse, porém, que se os índices da cidade piorarem, poderá voltar atrás na flexibilização

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), falou à CNN nesta quarta-feira (8) sobre os primeiros dias de reabertura do comércio na capital paulista. Segundo ele, “com os índices que a cidade atingiu, já é possível começar a reabrir outros espaços”. Ele ponderou, no entanto, que a flexibilização não é sinônimo de superação da pandemia de Covid-19.

Desde segunda-feira (6), bares, restaurantes e salões de beleza da cidade podem funcionar até as 17 horas, com a ocupação máxima de 40% da capacidade. Mesas devem estar a ao menos dois metros de distância umas das outras, e o atendimento nas calçadas segue proibido. Essa última medida é para evitar cenas de aglomeração como as que aconteceram no Leblon, bairro da zona sul do Rio de Janeiro. 

Covas deixou claro que, se os índices da Covid-19 em São Paulo piorarem, como o aumento da taxa de contágio, número de hospitalizações e mortes, poderá voltar atrás na flexibilização.

Assista e leia também:

Governo de São Paulo autoriza volta dos jogos de futebol a partir de 22 de julho

CoronaVac: diretor do Instituto Butantan revela etapas da vacina no Brasil

O prefeito disse ainda que, nas últimas quatro semanas, São Paulo teve uma estabilização da doença e, nas últimas cinco semanas, houve uma redução do número de mortes e de novas internações.

Além disso, o RT (taxa de contágio) está abaixo de 1, o que significa que cada pessoa que tem o vírus transmite para menos de uma. O RT igual a 1 é a referência mundial recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para a reabertura da economia.

Parques e academias

O prefeito disse que até sexta-feira (10) irá anunciar a data de reabertura dos parques municipais e das academias. Ele afirmou que a reabertura dos parques se dará apenas nos dias de semana, pois aos finais de semana a frequência de pessoas é maior, o que causa aglomerações. Já as academias da cidade poderão reabrir as portas só com 30% de ocupação máxima.

A CNN antecipou nesta terça-feira (7) que parques municipais de São Paulo poderão reabrir de segunda a sexta-feira, em horário reduzido e com metade dos portões fechados. Só será autorizado o acesso para algumas atividades e, nesse primeiro momento, ciclismo, corrida e caminhada só serão permitidos com uso obrigatório de máscara.

Escolas municipais

Covas falou que a reabertura das escolas municipais vai acompanhar o cronograma do governo do estado, que programou a volta às aulas a princípio para o início de setembro.

“Nós vamos retomar primeiro nos anos finais dos ciclos, no terceiro, sexto e nono anos, e depois retomando ao total de seis semanas para que os um milhão de alunos da rede municipal possam voltar às aulas”, disse. As universidades devem seguir o mesmo cronograma.

(Edição: Bernardo Barbosa)

Mais Recentes da CNN