Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cachorro é entregue morto a tutor após ser transportado por companhia aérea

    Animal deveria ter desembarcado em Sinop (MT), mas foi levado para Fortaleza (CE)

    Bruno LaforéMaria Clara Alcântarada CNN

    O cão Joca, um golden retriever de 4 anos de idade, foi devolvido morto a seu tutor, nesta segunda-feira (22), por funcionários da companhia aérea que realizava o transporte do animal.

    Segundo informações da GOL Linhas Aéreas, o cachorro deveria ter seguido ontem de Guarulhos para o aeroporto de Sinop, no Mato Grosso, onde encontraria seu tutor, mas acabou sendo transportado para Fortaleza, no Ceará, devido ao que a empresa definiu como uma falha operacional. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de São Paulo.

    Após ser informado do erro, quando desembarcou em Sinop, o tutor de Joca, o engenheiro João Fantazzini, optou pro regressar ao Aeroporto de Guarulhos para se encontrar com o bichinho, que foi posteriormente aloccado em uma aeronave na capital cearense com destino a São Paulo.

    Os funcionários da companhia aérea gravaram imagens do animal no momento do embarque, que teriam sido enviadas ao passageiro.

    Ainda segundo a GOL, após o pouso no Aeroporto de Guarulhos, os colaboradores da companhia foram “surpreendidos pelo falecimento do animal”.

    Nas redes sociais, João Fantazzini responsabilizou a empresa aérea pelo ocorrido. “Você é o amor da minha vida, minha melhor escolha”, escreveu o tutor em uma publicação em homenagem ao cão.

    Em nota, a GOL informou que lamenta profundamente o ocorrido e que está oferecendo todo o suporte necessário ao tutor do animal. “A apuração dos detalhes do ocorrido está sendo conduzida com prioridade total pelo nosso time”, completou a companhia.

    Tutor de Joca publicou sobre a morte do animal nas redes sociais / Reprodução/Instagram